Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Troca de saberes em Ourém

Um caldeirão cultural com música, perna de pau, adereços
e defesa da preservação ambiental, envolvendo 60 remanescentes quilombolas
Mocambo e 60 jovens do Projeto Orube, do conjunto Satélite, de Belém,
ferve hoje em Ourém, cidade do nordeste
do Pará. A confraternização de saberes culturais é o resultado de duas semanas
de ações de arte-educação (aulas de canto, percussão e artes) realizadas
simultaneamente na comunidade quilombola e no bairro da capital paraense.
A “Troca de Saberes” começa às 14h com a abertura
da biblioteca itinerante Barca das Letras e a exposição do estande de
escritores paraenses na praça Magalhães Barata.  Às 15h inicia uma
Roda de Diálogo sobre literatura paraense com os alunos da Escola Socorro Rocha,
no auditório da Secretaria de Educação. Após essa maratona literária, às 17h um
cortejo cultural percorrerá as ruas da cidade e culminará na apresentação dos
cantores Félix Facon (grupo Curimbó de Bolso),  Jefferson Moraes (grupo
Filhos do Luar), além dos mestres de cultura popular residentes em Ourém e
índios da etnia Tembé.
A Ação Troca de Saberes do projeto Orube
arte-educação foi premiada no final de 2012 pelo Ministério da Cultura. Acontece
pela terceira vez e  foi uma das 12 contempladas em Belém pelo prêmio
Agente jovem de cultura: Diálogos e ações interculturais.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *