O presidente da Assembleia Legislativa do Pará, deputado Chicão, foi aclamado ontem por servidores e deputados após a sessão plenária, que se estendeu até as 15h, ao entregar os espaços reformados que já estão prontos para utilização. É que, em…

O delegado de polícia de Oriximiná, Edmílson Faro, prendeu o vigia Ailton Ferreira da Silva a pedido do presidente da Câmara Municipal, vereador Marcelo Andrade Sarubi (PSDB) e do vereador Márcio Canto (PTB) e, na presença de ambos e do…

Primeira do Brasil totalmente focada na educação para o trânsito, a biblioteca do Detran-PA foi criada em 1998 e começou direcionada ao público interno, funcionando no antigo prédio do órgão, ao lado da Ceasa. Em 1º de novembro de 1999,…

A Prefeitura de Belém vai revitalizar dezesseis imóveis do município que estão há anos em situação de abandono. Além do resgate do patrimônio histórico, artístico e cultural, a intenção é reduzir gastos com aluguéis de prédios que abrigam órgãos municipais.…

A tragédia no HOL

“O Hospital Ophir Loyola informa que já realizou a compra do medicamento Arimidex para garantir o tratamento de seus pacientes, entretanto, a empresa responsável em fazer o fornecimento do medicamento, encontra dificuldades para suprir a demanda.
Atenciosamente,
Assessoria de Comunicação Social do Hospital Ophir Loyola”.
Foi essa a resposta do HOL para a cruel, vergonhosa e criminosa falta de medicamentos aos pacientes com câncer há mais de 20 dias. Como assim? Então o hospital compra medicamentos de empresa que não cumpre sua obrigação contratual e ainda defende a irregularidade, usando-a como explicação para a falta de remédios aos doentes de câncer? É de clamar aos céus! Os pacientes deveriam receber em suas casas os remédios, que são de uso contínuo e cuja interrupção causa complicações de toda sorte, inclusive o óbito. 

Cadê o secretário de Saúde, o secretário especial de Proteção Social? E o governador Simão Jatene, não vai tomar providências para acabar com esse tratamento desumano?

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *