Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Batizada de sagui-de-Schneider (Mico schneideri), em homenagem ao pesquisador brasileiro Horácio Schneider (1948-2018), geneticista da Universidade Federal do Pará e pioneiro da filogenética molecular de primatas, a descoberta alvoroçou a comunidade científica internacional. A nova espécie de sagui amazônico do…

Stand up de Epaminondas Gustavo no TJE

Fotos: Edney Martins
Epaminondas Gustavo, personagem criado e interpretado pelo juiz Cláudio Rendeiro, titular da 1ª Vara de Execução Penal da Região Metropolitana de Belém, foi a grande estrela da Semana do Servidor, que começou ontem, no Fórum Cível da Capital.
Com seu humor irreverente, 
utilizando a linguagem típica do caboclo parauara para tratar de temas de interesse público, Epaminondas mandou ver no carimbó e, falando sobre a importância da consciência ambiental na prática do cotidiano, saiu-se com esta: “A empada não é coisa de Deus. Ela se divide em três partes: uma vai para o céu da boca; a outra vai para os vãos dos dentes; e a terceira se esfarela toda. Mas se vocês gostam de servir empada nas festas de aniversário, façam isso num pirex e não em pratos descartáveis”, aconselhou, arrancando aplausos e gargalhadas gerais da plateia, que, além dos servidores, reunia juízes e as desembargadoras Maria de Nazaré Saavedra, Vera Araújo e Nazaré Gouveia. De paneiro com pato do Círio na mão, Epaminondas aproveitou para fazer stand up divulgando a campanha “Dê um cartão vermelho ao trabalho infantil”, coordenada no Pará e Amapá pelas juízas do Trabalho Zuíla Dutra, membro da comissão nacional de combate ao trabalho infantil do TST, e Vanilza Malcher, da qual é parceiro. 


Ouçam uma de suas tiradas sensacionais aqui.

O servidor Antonio Carlos Sampaio, mestrando em Gestão Pública, ministrou a palestra “Ousadia e Superação de Obstáculos”. E a engenheira química de alimentos do Senac, Ana Regina Gonçalves, ministrou oficina de alimentação alternativa e aproveitamento de alimentos. Uma mostra de pintura, desenho e artesanato produzido por servidores e seus familiares está revelando os talentos do TJE-PA, no prédio sede (Hall das Corregedorias). Há também uma feira de produtos orgânicos,  ginástica laboral no jardim interno, atividades do projeto Reciclar Direito, na Sala de Reuniões. Amanhã, na Batista Campos, às  9h, haverá caminhada em apoio ao movimento popular internacional Outubro Rosa, que simboliza a luta contra o câncer de mama, e orientações gerais sobre a prevenção da doença, até às 11h.  Na próxima quinta-feira,  30, às 18h, em cerimônia no  Fórum Cível – Auditório Agnano Monteiro Lopes, serão entregues medalhas para os servidores com 10, 20 e 30 anos de serviço, seguida de coquetel, às 20h.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *