O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

SOS bebês da Santa Casa!

A cada dia o caso fica mais grave. O deputado estadual Edmilson Rodrigues (PSOL) sustenta que 44 recém-nascidos morreram este mês na UTI neonatal da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, até anteontem (24), pelo menos oito por infecção. E que não são apenas bebês as vítimas infectadas, mas também parturientes. O MPE-PA e o MPF-PA precisam agir urgentemente para dar um basta a essa tragédia.

A morte de Cleonice Vieira de Moraes, de 51 anos, a gari da Prefeitura de Belém que inalou gás lacrimogêneo durante o protesto da última quinta-feira, 20, foi destacada por Edmilson, na tribuna da Alepa. Ela estava trabalhando e tentava se esconder das bombas e no dia seguinte não resistiu a duas paradas cardíacas. A família precisa ser apoiada pela Prefeitura. Outra história que está fedendo é a do assessor do prefeito que prega morte aos seus desafetos políticos, através das redes sociais. O prefeito Zenaldo Coutinho precisa exonerá-lo imediatamente, é a única resposta aceitável para tamanha selvageria. Além das providências legais que o caso requer, óbvio, na esfera processual penal.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *