O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

Brega no Pará é coisa séria. Tem Brega Pop, Brega Calypso, Brega Marcante, Brega Saudade, Tecnobrega, Melody, Tecnomelody … Verdadeiro hino (música oficial dos 400 anos de Belém), não há quem desconheça o clássico Ao Por do Sol, eternizado na…

Uma reunião no Ministério Público do Estado do Pará colocou em pauta a situação caótica da Unidade de Conservação Estadual Área de Proteção Ambiental da Ilha do Combu, onde proliferam construções e empreendimentos comerciais irregulares, transporte fluvial desordenado, festas e…

Sindetran comemora PCCR


Foi um verdadeiro parto, mas o PCCR dos servidores do Detran-PA finalmente foi aprovado, ontem, à unanimidade, após acordo costurado em reuniões intermináveis e que muitas vezes avançaram pela noite – algumas tensas – no último mês, desde que o projeto do Poder Executivo chegou à Alepa.  

Para tentar conciliar as reivindicações do Sindetran com as possibilidades orçamentárias e dentro dos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal, os deputados pediram a presença do procurador geral do Estado, Caio Trindade, e da secretária de Administração, Alice Viana. Um dos pontos era a inclusão do quadro suplementar de cargos de provimento efetivo, composto por cargos em extinção, à medida em que se tornarem vagos, e os mecanismos de promoção. 

Ao final, o clima era de festa. A ponto de o coordenador de Planejamento do Detran-PA, Carlos Valente, e o presidente do Sindetran, Elisson Oliveira, terem acompanhado o encaminhamento de votação do relator da matéria, deputado Raimundo Santos(PEN), na tribuna, cena inédita que quebrou o protocolo.  Tiveram papel decisivo nas negociações com o Sindicato e o Governo do Estado o presidente da Comissão de Constituição e Justiça, deputado Raimundo Santos, a deputada Cilene Couto(PSDB), muito influente no órgão, e os deputados Márcio Miranda(DEM), presidente da Casa, e José Megale, líder do Governo.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *