1

A Prefeitura de Belém, através da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém, autuou a empresa Belém Rio, por conta do ônibus que faz a linha para Icoaraci e teve o eixo quebrado quando circulava na Av. Júlio César, ontem, deixando os passageiros literalmente no meio da rua. O fato, que já aconteceu muitas vezes nas ruas da cidade, sendo rotineiros também perda de direção, de rodas e até incêndios dos veículos, teria ensejado a antecipação, em uma semana, do cronograma regular de vistoria veicular preventiva nas garagens das empresas que operam as linhas municipais. A partir desta quarta-feira, 16, a Semob vistoria a Belém Rio e, em seguida, as demais.

A Semob afirma que, de janeiro a outubro deste ano, já lavrou 1.584 multas aplicadas a 17 empresas de ônibus que operam linhas municipais e metropolitanas por descumprimento de ordem de serviço, resultantes das fiscalizações, vistorias e das averiguações de denúncias que chegam à Ouvidoria. Sustenta que mantém fiscalização rotineira da operação do transporte coletivo por ônibus nos terminais de linha e garagens de empresas e que, constatadas irregularidades como a redução de frota, descumprimento de horários e ausência de condições mecânicas de veículos, é feita a autuação.

A autarquia orienta o usuário a formalizar denúncias relacionadas ao transporte de ônibus à Ouvidoria, pelo site da Semob, pelo e-mail  (ouvidoria.semob@cinbesa.com.br) ou pelo WhatsApp (91) 98415-4587. É importante informar a data, hora, local, o código alfanumérico (número que fica na lateral e parte traseira do ônibus) e relatar a situação denunciada, para que os agentes de transporte possam identificar empresa e operadores, averiguar a denúncia e tomar providências.

Amazônia reivindica sediar a COP

Anterior

Comissão de Transição contempla todo o país

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

1 Comentário

  1. Se forem aplicar muitas nas empresas de ônibus em Belém por irregularidades que vão desde a supressão da frota para economizar, até o flagrante desrespeito com os idosos, con certeza vai faltar caneta e papel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *