Nesta quinta-feira, dia 21, até o sábado, 23, a Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Pará oferece os cursos de qualificação e atualização do projeto Forma Alepa/Elepa Itinerante em Santarém, atendendo toda a região do Baixo Amazonas, abrangendo também…

Em reunião conjunta das Comissões de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO) e de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (18) foi aprovado o projeto de lei nº 363/2021, que autoriza o Governo do Pará a contratar operação…

Não houve o célebre círio fluvial de Oriximiná no rio Trombetas este ano, por causa da pandemia, mas a imagem de Santo Antônio flanou pelas águas, levada pela comunidade de várzea do Rio Cachoeiry, que celebrou o verão depois da…

Aprender mais sobre as boas práticas Lixo Zero e como aplicá-las no dia a dia, repensando hábitos de consumo e inspirando a população a enxergar os seus resíduos com dignidade é o que propõe a programação que acontecerá entre os…

Redesenho político parauara

O ano começou com fortes emoções na política parauara. Passada a, digamos, crise de identidade de Tião Miranda(PTB), que com a posse na prefeitura de Marabá abriu vaga na Assembleia Legislativa, o primeiro suplente da coligação Pra Frente Pará, formada por PSDB/PSD/PTB/PP nas eleições de 2014, Gesmar Rosa da Costa (PSD), volta a respirar tranquilo. É que o presidente da Alepa, deputado Márcio Miranda, já marcou a posse do novo deputado para esta sexta-feira, às 10h da manhã, em cerimônia no gabinete da Presidência da Casa, como é de praxe nesses casos. Gesmar escapou por pouco do azar de ter sentado na cadeira antes do tempo.

Como o segundo suplente virou prefeito de Afuá, Hildegardo Nunes será o primeiro suplente da coligação. Ele deixará a Sedap – Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca, que deverá ser ocupada pelo ex-deputado federal Giovanni Queiroz(PDT), e assumirá a Seaster – Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda, embora provavelmente por pouco, pouquíssimo tempo. 

A razão é que, por sua vez, a deputada Ana Cunha(PSDB), que está viajando com a família e deve chegar em Belém dia 10, recebeu convite do governador Simão Jatene para ser a titular da Seaster, e se ela aceitar Hildegardo assumirá o mandato de deputado estadual. Uma oportunidade que, se bem aproveitada, poderá lhe render a eleição em 2018.

Ana Cunha é a presidente nacional da Unale, entidade que congrega Assembleias Legislativas de todo o Brasil. O cargo dá grande visibilidade nacional, porém não soma votos entre seus eleitores. Uma secretaria na mão poderia ser mais útil na proximidade ao eleitorado. Ou não, como diria Caetano. Afinal, cada caso é diferente, e os desempenhos surpreendem, tanto para o bem quanto para o mal, sem contar que os órgãos públicos crescem ou encolhem dependendo de seus ocupantes ou da vontade de quem  realmente manda.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *