Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Em 17 de dezembro de 1999, a Assembleia Geral das Nações Unidas designou o 25 de novembro Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher. Passados 22 anos, os dados do 14° Anuário Brasileiro de Segurança Pública são aterrorizantes: por…

Questão de saúde pública

Uma
das principais avenidas de Belém, a Visconde de Souza Franco, famosa pelo
apelido de Doca, é exemplo da falta de cuidado com a saúde pública. Há ratos em
profusão, levando insegurança para os moradores e frequentadores dos inúmeros
estabelecimentos comerciais na área, cheia de restaurantes, bares, lanchonetes,
sorveterias e shopping. À noite, os roedores saem do canal e aterrorizam. No quarteirão
da Rua Tiradentes à Boaventura da Silva, ao lado do supermercado Líder e do
prédio residencial, o Xícara da Silva desratiza semanalmente mas não consegue
se ver livre da infestação. Já fizeram várias denúncias ao condomínio e nenhuma
providência foi tomada. É preciso que o poder público desratize a área e cobre
os deveres de todos os proprietários de imóveis.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *