Vanete Oliveira, a jovem marajoara de 28 anos e mãe de cinco filhos que sofre há catorze anos com um tumor enorme em um dos olhos, que lhe cobre quase a metade da face, já está internada no Hospital Ophir…

Equipes da Divisão de Homicídios e da Delegacia de Repressão de Furtos e Roubos estavam monitorando há um mês o grupo criminoso que planejava roubar em torno de R$ 1 milhão no caixa eletrônico do Banpará localizado dentro do Hospital…

Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

As Diretorias de Combate à Corrupção e de Polícia do Interior da Polícia Civil do Pará prenderam hoje (28), no Distrito Federal, durante a Operação "Litania”, uma falsa empresária e sócios-proprietários que utilizavam empresa de fachada como instituição financeira para…

PV X PMN: briga por vaga na Alepa

Vocês lembram do meu post “Como dantes no quartel de Abrantes“? Pois é. Eu não sou pajé mas… Através do Ofício Jud. nº 442/2014-SJ/CPRO/SCJ, assinado pelo Desembargador Leonardo Tavares, presidente do TRE-PA, juiz federal Ruy Dias de Souza Filho e o Procurador Regional Eleitoral Alan Mansur, foi comunicado ao presidente da Alepa, deputado Márcio Miranda(DEM), que a Corte julgou procedente a ação de perda de cargo eletivo por desfiliação partidária com pedido de antecipação de tutela proposta pelo PV contra o deputado Zé Francisco(PMN), devendo ser empossado imediatamente na vaga (que era do saudoso deputado Gabriel Guerreiro) o suplente Mário Alves da Silva, o Mário Penteado(PV). O documento, datado de 24 de julho (dia do julgamento), foi recebido em 30.07.2014 às 10:50h e informava, também, que o acórdão TRE Nº 26.558 seria considerado publicado em 31.07.2014. Com a Alepa em recesso, o presidente Márcio Miranda despachou ao presidente da Comissão de Constituição e Justiça, deputado Raimundo Santos(PEN) para manifestação. Insatisfeito com o encaminhamento, o PV atravessou petição, requerendo ao TRE-PA que marcasse a posse para o dia 04.08.2014, às 10h, sob pena de multa diária no valor de R$100 mil e até prisão da Mesa Diretora da Alepa. O relator, juiz federal Ruy Souza Filho, entretanto, observando que foram opostos embargos de declaração com efeitos infringentes, ainda pendentes de julgamento, e a fim de evitar possível alternância no cargo, decidiu condicionar o cumprimento da decisão ao julgamento dos aclaratórios, na linha da jurisprudência do TSE. Então, até lá, o ocupante do assento não muda. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *