Governador do Pará e presidente do Consórcio de Governadores da Amazônia Legal, Helder Barbalho está com agenda intensa em Brasília, e em reunião com Lula nesta sexta-feira (27) apresentou documento proposto pelo CAL. Para o desenvolvimento regional do bioma amazônico,…

O Papa Francisco nomeou o atual bispo da prelazia de Marajó (PA), Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo de Roraima (RR), que estava sem titular há um ano, desde a transferência de Dom Mário Antônio da Silva para a arquidiocese de…

Utilizar o futebol como ferramenta de transformação social para crianças e adolescentes de todo o Pará é o objetivo do projeto "Futebol Formando Cidadão", que será lançado neste domingo (29) no oeste paraense. A iniciativa é do Tapajós Futebol Clube,…

No próximo sábado, 28, é o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Esta semana, foram divulgados dados da Secretaria de Inspeção do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) referente a 2022, quando foram resgatados 2.575 trabalhadores em condições análogas…

Puty reage

A manchete do jornal “Diário do Pará” deste domingo diz: “Fraude envolve cinco deputados” e trata da investigação da Polícia Federal na SEMA – Secretaria Estadual de Meio Ambiente, que já gerou mandados de busca e apreensão e prisão de várias pessoas envolvidas.

Embora a investigação ainda não tenha sido concluída – e a mesma devesse correr em segredo de justiça – na página 7 do mesmo jornal há a foto de cinco deputados, inclusive a minha.

A foto estampada tenta, claramente, induzir o leitor a crer que estou até o pescoço envolvido na fraude da SEMA. O que desminto abaixo.

O jornal publicou a matéria, não fui ouvido e no celular não há qualquer registro de chamada não atendida vinda da redação do Diário.

Já na tarde de domingo, começou no twitter o debate sobre a manchete. Registrei meu quetsionamento sobre o fato de não ter sido ouvido antes da publicação e no início da noite de domingo fui procurado por telefone e concedi duas entrevistas ao Jornal Diário do Pará, aos jornalistas Aline Brelaz e Carlos Mendes. Deverão estar publicadas no jornal desta segunda-feira 7.

Resumidamente, expliquei aos dois jornalistas:

1. Estou na investigação da Polícia Federal por ter sido citado por telefone por pessoas envolvidas no processo da SEMA;

2. Em nenhum momento da investigação fui chamado sequer pra depor na Polícia Federal; nunca houve mandado de busca e apreensão na minha casa e muito menos mandado de prisão contra mim;

3. O que existe no inquérito sou eu atuando como pessoa pública (fui chefe da casa Civil do Governo do Estado) requerendo informações sobre processos de planos de manejos; solicitando celeridade nos processos ou que prefeitos ou associações, por exemplo, fossem recebidos em audiência. Intermediação absolutamente normal a um homem público.

4. Nunca pedi para aprovar qualquer plano de manejo ou licença ambiental para me favorecer econômica e eleitoralmente;

5. Estou à disposição das autoridades policias e judiciais para prestar esclarecimentos a qualquer hora, assim como para a imprensa e à sociedade paraense.

Tenho plena convicção que a ação correta da Polícia Federal em investigar a SEMA (o que sempre contou com total apoio do governo Ana Júlia) está sendo utilizada de forma distorcida para desviar o foco das acusações que ganharam as manchetes de veículos de comunicação do país e que tratam de caixa 2 (caso Cerpasa) e o governo Jatene que desde 2002 vem sendo acusado como ficha suja e com processo no TSE – tribunal Superior Eleitoral. Processos que devem ser julgados neste semestre.


A gestão florestal do Pará é complexa e é assunto que abordarei no plenário da Câmara Federal e neste blog, para travarmos um bom debate não circunscrito apenas ao noticiário policial ou eleitoral.
Conflitos como o existente no PDS Esperança são apenas a ponta do iceberg da regularização fundiária e da gestão florestal como um todo. Logo, é um assunto que precisa vir para a luz.
(Deputado federal Cláudio Puty(PT), que me enviou por e-mail postagem em seu blog, intitulada  A fraude).

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *