0

Em solenidade no auditório B-100 da Universidade da Amazônia, campus Alcindo Cacela, a Academia Paraense de Letras Jurídicas empossou sua diretoria reeleita para o biênio 2024-2025, tendo na presidência o advogado Thadeu de Jesus e Silva, na vice-presidência o professor doutor Jeferson Bacelar e na Secretaria-Geral o também professor doutor Raimundo Wilson Gama Raiol. A Secretária Adjunta é a advogada Ângela Sales, Tesoureiro o advogado Leonardo Amaral Pinheiro da Silva e Bibliotecário César Bechara Nader Mattar Jr., Procurador-Geral de Justiça do Pará.

São membros titulares do Conselho Fiscal os advogados e professores doutores Clóvis Cunha da Gama Malcher Filho, Jorge Alex Nunes Athias e Milton Augusto de Brito Nobre (desembargador aposentado do TJPA). Suplentes: Vicente Malheiros da Fonseca (desembargador do Trabalho aposentado), Océlio Carneiro Morais (juiz trabalhista) e Haroldo Guilherme Pinheiro da Silva.

Advogado em tempo integral, com exercício no Brasil e no exterior, notadamente na Inglaterra, na França, nos EUA, na Argentina e no Uruguai, especialista em direito trabalhista, tributário, financeiro, do consumidor, de família e sucessões, aeronáutico e da aviação comercial, conferencista e pesquisador, o novo presidente da APLJ é membro do Instituto Iberoamericano de Derecho del Trabajo y Seguridad Social, da Sociedade Brasileira de Direito Aeroespacial, do Instituto dos Advogados do Brasil, do Instituto Luso-Brasileiro de Direito Comparado e do Instituto Ibero Americano de Derecho Aeronautico y del Espacio y de la Aviación Comercial (órgão de consultoria da ONU). Integrou, sem qualquer retribuição financeira, a comissão que dirigiu a Santa Casa de Misericórdia do Pará sob intervenção judicial e na transição para fundação, foi assessor da Assembleia Constituinte do Pará e do Amapá, e dos constituintes paraenses na Assembleia Nacional Constituinte em 1987/1988, para assuntos relativos ao orçamento e finanças. Foi conselheiro federal e seccional da OAB, em cuja condição participou de inúmeras bancas examinadoras de concursos públicos para preenchimento de vagas de juízes estaduais, federais e do trabalho e de procuradores do Estado do Pará.

Processos criativos gameficados

Anterior

Carro incendeia na Doca

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *