Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Batizada de sagui-de-Schneider (Mico schneideri), em homenagem ao pesquisador brasileiro Horácio Schneider (1948-2018), geneticista da Universidade Federal do Pará e pioneiro da filogenética molecular de primatas, a descoberta alvoroçou a comunidade científica internacional. A nova espécie de sagui amazônico do…

Polo do Mar e Petróleo

O presidente da Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas, Eduardo Costa, a secretária adjunta da Sectet, Maria Amélia Rodrigues, e o pró-reitor de pesquisa e pós-graduação da UFPA, Rômulo Simões Angélica, fizeram visita técnica à implantação do Polo Científico-Tecnológico do Mar e Petróleo da UFPA Campus Salinópolis, objeto de convênio entre a Fapespa e a UFPA em valor superior a R$ 20 milhões. Acompanhados pelos professores e pesquisadores do polo, visitaram os laboratórios, a biblioteca, a estrutura administrativa no campus e conheceram detalhes do projeto, que vai ter cursos de graduação em Engenharia de Exploração e Produção de Petróleo, Engenharia Costeira e Oceânica, Engenharia Computacional, além das licenciaturas em Física e Matemática, e alguns cursos de pós-graduação, com vagas para mais de mil alunos, o que transformará Salinópolis em importante polo universitário no Pará. 


Há alguns dias, a Fapespa lançou um pacote de editais de fomento e amparo à pesquisa no Estado totalizando mais de R$ 15 milhões. Deste montante, R$ 9 milhões para bolsas de iniciação científica, mestrado e doutorado e R$ 6 milhões para interiorização da pesquisa no Pará e editais Inter Pará.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *