Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Batizada de sagui-de-Schneider (Mico schneideri), em homenagem ao pesquisador brasileiro Horácio Schneider (1948-2018), geneticista da Universidade Federal do Pará e pioneiro da filogenética molecular de primatas, a descoberta alvoroçou a comunidade científica internacional. A nova espécie de sagui amazônico do…

Polícia passa navalha na carne

Hoje foi um dia tenso para os 250 policiais civis e militares que cumpriram 14 mandados de prisão, 21 de busca e apreensão e duas conduções coercitivas, em Belém. Dentre os presos, sete PMs e outros sete civis apontados por envolvimento em milícias.
A maioria dos alvos da operação estava no bairro da Pedreira, daí a denominação Cantera (pedreira em espanhol).
Foram confiscadas 11 armas de fogo, que podem ter sido utilizadas em assassinatos. Seis carros (
três prata, um vermelho, um preto e um verde) e quatro motos também foram apreendidos. 

As investigações, que têm foco em crimes militares, de extorsão, sequestro e homicídios, começaram depois da chacina na madrugada de 20 para 21 de janeiro deste ano, quando mais de 20 pessoas foram mortas na capital.  Houve a constatação da autoria de 17 homicídios e de seis tentativas de homicídios. 

Os presos também são apontados por envolvimento no atentado a tiros contra uma testemunha da chacina e no baleamento de três pessoas e na morte de outra, na Pedreira.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *