A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

O governador Helder Barbalho está soltando a conta-gotas os nomes dos escolhidos para compor o primeiro escalão de seu segundo governo. Nesta quarta-feira será a posse dos deputados estaduais e federais e dos senadores, e a eleição para a Mesa…

Pela primeira vez na história, está em curso  um movimento conjunto da Academia Paraense de Letras, Academia Paraense de Jornalismo, Instituto Histórico e Geográfico do Pará e Academia Paraense de Letras Jurídicas, exposto em ofício ao governador Helder Barbalho, propondo…

PM resgata mulher ameaçada de morte pelo companheiro

A GU do Comando da 1ª Cia. do 2º BPM passava em ronda na frente de uma vila na Travessa Padre Prudêncio, próximo à Riachuelo, no bairro da Campina, quando os policiais ouviram gritos de uma mulher sendo espancada pelo companheiro. Foram averiguar e encontraram L.C.V. (nome preservado para não revitimizar) com várias lesões causadas por Rafael Sacramenta do Nascimento, que estava tentando matá-la com golpes de “perna-manca” na cabeça e que só parou por conta da intervenção policial. Preso em flagrante, o agressor foi conduzido à Delegacia da Mulher. Ao verificarem o sistema, os militares descobriram que o valentão já tem passagens na polícia e responde a processo por tráfico de drogas, além de outros crimes. Conforme o BO, ele disse que se não ficar preso vai matar a mulher.

Belém está sediando a 14ª edição do Curso Nacional de Atendimento à Mulher Vítima de Violência Doméstica e Familiar.  A capacitação, promovida pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, iniciou na segunda-feira, 01, e encerra nesta sexta-feira (5), no auditório da Delegacia Geral, no bairro de Nazaré.

É altíssima a subnotificação de casos de agressões e ameaças no ambiente doméstico e familiar. Todos os dias são cometidos feminicídios com requintes de perversidade. Milhões de mulheres são humilhadas, torturadas e mortas por seus companheiros ou ex, e a impunidade tem claro efeito multiplicador do crime.

O Ligue 180 funciona 24h por dia, incluindo sábados, domingos e feriados. As denúncias de violações contra mulheres podem ser feitas por qualquer pessoa. Além de ligação gratuita, o serviço está disponível por meio do site da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, aplicativo Direitos Humanos Brasil, Telegram e WhatsApp (61 – 99656-5008).

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *