Hoje, dia 23 de julho de 2021 às 19h, o Instituto Histórico e Geográfico do Pará realizada a nona “Live em Memória” da programação alusiva aos 121 anos do Silogeu, desta vez em homenagem ao centenário de nascimento do Almirante…

A igreja de São Francisco de Assis em Belém do Pará, carinhosamente chamada pelos fiéis de "Capuchinhos", completará cem anos de sua inauguração em 02 de outubro de 2022. A abertura oficial das festividades será com um concerto na igreja…

O trânsito continua matando mais do que muitas guerras. A administradora Gina Barbosa Calzavara, coordenadora dos bosquinhos da Universidade Federal do Pará, fez uma emocionante homenagem à memória do jovem Jean Serique Lameira, esportista do ciclismo e que também usava…

O Laboratório de Engenharia Biológica do Parque de Ciência e Tecnologia - PCT Guamá está estudando o sequenciamento genético do açaí, de modo a assegurar a rastreabilidade de ponta a ponta na cadeia produtiva e padrões de qualidade para os…

Paraense é o Economista do Ano

O professor doutor Eduardo Costa arrebatou hoje o Prêmio Economista do Ano Edição 2020 da revista Economia em Ação. Formado em Economia pela UFPA, Mestre em Desenvolvimento Econômico e Doutor em Economia Aplicada, ambos pela Unicamp, é docente da UFPA desde 2009, atuando no Instituto de Ciências Sociais e Aplicadas como professor da Faculdade de Ciências Econômicas (FACECON/ICSA/UFPA) Curso de Economia, e no Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA) como professor do Programa de Pós-Graduação em Gestão Públicas para o Desenvolvimento Regional (PPGGP/NAEA/UFPA).

Eduardo Costa foi secretário Adjunto na Secretaria de Estado de Integração Regional, presidente do Conselho Fiscal na Cosanpa, conselheiro do Conselho Regional de Economia do Estado do Pará, presidente do Conselho Regional de Economia no Pará – CORECON/PA por dois mandatos, conselheiro no Conselho Federal de Economia – COFECON por dois mandatos, consultor ad hoc da SUDAM, secretário de Controle Interno do Tribunal de Justiça do Pará e presidente da Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (FAPESPA).

Em 2010 foi agraciado com o Prêmio Celso Furtado de Desenvolvimento Regional, promovido pelo Ministério da Integração Nacional pela melhor Tese de Doutorado elaborada na área de planejamento regional no País. No ano de 2014 foi condecorado com a Comenda da Ordem do Mérito Judiciário do TJPA. Recebeu em 2017 a Comenda Ministro Celso Furtado, do Conselho Regional de Economia do Estado de São Paulo, em reconhecimento ao seu destaque e atuação como economista em nível nacional.

Eduardo Costa coordenou o Prêmio Brasil de Economia e a Comissão de Desenvolvimento Regional do Conselho Federal de Economia. Fez parte da Comissão Julgadora do Prêmio Samuel Benchimol e do Prêmio Celso Furtado de Desenvolvimento Regional, organizado pelo Ministério da Integração Nacional. Tem diversos artigos acadêmicos publicados em revistas científicas e apresentados em congressos, além de cinco livros de sua autoria: “A Lei Kandir e a Derrocada do Federalismo Brasileiro”; “A Lei Kandir e o Estado do Pará: Inconstitucionalidades, Perdas e Impactos na Capacidade de Promoção de Políticas Públicas”; “O Economista & a Sociedade”; “Arranjos Produtivos Locais, Políticas Públicas e Desenvolvimento Regional” e “Armando Dias Mendes: Vida e obra de um intérprete da Amazônia”.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *