Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Hoje, dia 23 de julho de 2021 às 19h, o Instituto Histórico e Geográfico do Pará realizada a nona “Live em Memória” da programação alusiva aos 121 anos do Silogeu, desta vez em homenagem ao centenário de nascimento do Almirante…

Outdoor Challenge Marajó 2015

Esta é para os adoradores de magrelas. Estão abertas as inscrições, até o dia 09, para Outdoor Challenge Marajó, competição de mountain bike que larga em Salvaterra com percursos de 75 Km e 150 Km

No verão marajoara a poeira é tanta que faz sumir a paisagem, o calor é infernal e o terreno esburacado das fazendas não convida ninguém a praticar esportes. Mas é exatamente essa paisagem inóspita que atrai cerca de 100 ciclistas do Pará, Maranhão, Tocantins, Amapá e Amazonas ao arquipélago, dia 28 de novembro. A terruada é modelada pelas pisoteadas de búfalos marajoaras no solo úmido na época de transição das chuvas para o verão. Já no alto verão, com o clima extremamente seco, os buracos deixados pelos búfalos dão forma à terruada. Equilibrar-se e vencer o desgaste físico sobre buracos é parte do desafio para a turma do pedal. É um terreno tão difícil que todos receberão medalhas ao cruzar a linha de chegada, também em Salvaterra. A competição  foi elaborada por um grupo de esportistas com suporte do governo do Pará, via Secretaria de Estado de Esporte e Lazer, e pretende combinar aventura com os atrativos turísticos na Amazônia parauara. 

Parte dos atletas vai pedalar contra o relógio. Mas a maioria quer mesmo é se superar e concluir o percurso. Uma experiência pra guardar pra vida. Vai ser lama e poeira, areia, erosão. E terruada, claro. Tudo junto e misturado, acentuam os organizadores. Quem tiver domínio e evitar descer muito da bike nas áreas complicadas garantirá tempo e posição no ranking. Podem se inscrever aqui.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *