O Tribunal Regional Eleitoral do Pará oficializou o resultado da eleição suplementar em Viseu 39 minutos após o encerramento da votação. Foi eleito prefeito Cristiano Vale (nº 11 – PP – Voltando pra Cuidar da Gente) e vice-prefeito Mauro da…

Nem bem foi inaugurado, e ainda faltando a instalação dos bancos e finalização, o calçadão da Avenida Beira-Mar, em Salinópolis, sofreu diversas avarias. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras acionou a empresa responsável pela obra, que está executando ações…

A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

Operação Menecma em Belém

A Operação Menecma, da Polícia Federal, cumpriu hoje 8 mandados de prisão preventiva, 7 de condução coercitiva e 11 de busca e apreensão, na região metropolitana de Belém, expedidos pela 4ª Vara da Justiça Federal de Belém/PA para desarticular organização criminosa especializada em saques fraudulentos de valores referentes a Precatórios, Requisição de Pequenos Valor, benefícios sociais como seguro desemprego e bolsa família, bem como empréstimos fraudulentos feitos em conta–corrente de pessoas já mortas. Só na Caixa Econômica Federal os saques alcançaram R$ 1,7 milhão.  

A nome da operação faz alusão ao uso de pessoas, chamadas pelos criminosos de bonecos ou dublês, que vão até as agências bancárias com documentos falsos se passando pela pessoa já falecida, a fim de sacar o dinheiro. A palavra Menecma vem do latim Menaechmu e quer dizer “indivíduo que tem grande semelhança física com outro; sósia”. 

Como o mundo do crime está cada vez mais ousado, meliantes aproveitaram a operação da PF e também fizeram cena. Vestidos com o uniforme da corporação, e afirmando que tinham que cumprir um mandado de busca e apreensão, tiveram acesso fácil a um apartamento do edifício Indhira Veloso, no bairro do Marco, em Belém, onde assaltram duas senhoras idosas, levando joias e dinheiro, além de outros pertences. Mundo cão.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *