O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Operação “Fundo do Poço” do MP

O Ministério Público do Estado apreendeu hoje documentos, HDs, R$23 mil e 3 mil dólares, durante a Operação “Fundo do Poço”, no município de Capitão PoçoO deputado Belo e o marido da tesoureira da prefeitura foram conduzidos à delegacia de polícia por posse de arma de fogo sem registro. Lá foi lavrado o auto de flagrante e os dois foram liberados após pagarem fiança.  Oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos. Os R$23 mil estavam na casa da tesoureira Maria Dinelma Almeida Moura, e ela disse que pertencem ao seu marido. Na casa da prefeita Diana Belo foram encontrados 3 mil dólares, que pertenceriam ao seu marido, o deputado estadual Raimundo Belo(PROS). Ele afirma que a quantia foi adquirida esta semana e tem como comprovar a procedência. A operação é coordenada pelo Núcleo de Combate à Improbidade Administrativa e à Corrupção, com apoio do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e de policiais do Gabinete Militar, todos do do MPE-PA

As buscas e apreensões foram na prefeitura, na casa da prefeita Antônia Diana Mota de Oliveira Belo, na empresa D. Informática e Papelaria – de propriedade da prefeita – e nas residências do secretário municipal de Administração, Manoel Antônio de Jesus Cunha, do presidente da Comissão de Licitação, Osias Freitas Barroso; da ex-secretária de Educação, Maria José Bento da Rocha; e da tesoureira Maria Dinelma Almeida Moura, além da sede da empresa Higiben Serviços Ltda., em Paragominas. 

Participam da “Fundo do Poço” o procurador de justiça Nelson Medrado (coordenador do NCIC) e os promotores de Justiça Mílton Menezes (coordenador do Gaeco), Harrison Bezerra, Francys Lucy Galhardo, Marcela Castelo Branco, Bruno Beckembauer e Aline Janusa.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *