A 27ª Unidade de Conservação do Estado do Pará abrange os municípios de Jacareacanga e Novo Progresso, no sudoeste paraense. O Decreto nº 1.944/2021 foi assinado pelo governador Helder Barbalho na quinta-feira, 21, e publicado ontem (22) no Diário Oficial…

O Atlas da Dívida dos Estados Brasileiros, lançado no Fórum Internacional Tributário pela Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital, aponta que a dívida ativa das empresas com os entes federados soma estratosféricos R$ 896,2 bilhões, significando 13,18% do PIB…

Ao abrir oficialmente o Forma Alepa/Elepa, o presidente da Assembleia Legislativa do Pará, deputado Chicão, destacou a importância do trabalho que vem sendo executado pela Escola do Legislativo, treinando, qualificando e atualizando gestores, vereadores e servidores públicos, que dessa forma…

Em Itupiranga, força-tarefa do Ministério Público do Trabalho no Pará e Amapá, Auditoria Fiscal do Trabalho, Defensoria Pública da União e Polícia Federal resgatou sete trabalhadores em condições análogas às de escravos, em duas fazendas no sudeste paraense, e prendeu…

OAB-PA e Sinjor premiam defensores de direitos humanos


Hoje às 17h a OAB-PA vai fazer um justo reconhecimento ao trabalho desenvolvido pela advogada Ana Celina Hamoy, coordenadora do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente – Cedeca/Emaús; Irmã Henriqueta Cavalcante, coordenadora da Comissão Justiça e Paz da CNBB Norte II, e Maria de Nazaré Sá de Oliveira, ex-presidente do Conselho Estadual de Direitos da Criança e do Adolescente e fundadora do Forum DCA. Trata-se do conceituado Prêmio José Carlos Castro, de Direitos Humanos.

O Sindicato dos Jornalistas do Pará e OAB-PA outorgam hoje também o Prêmio Paraense de Jornalismo em Direitos Humanos, organizado pelas comissões de Direitos Humanos da OAB-PA e do Sinjor-PA com a finalidade de premiar matérias jornalísticas sobre esse tema, que contribuam para a divulgação e valorização dos direitos humanos no Estado do Pará. 

O Prêmio faz parte da campanha “Um novo olhar da mídia para os Direitos Humanos”, que pretende chamar a atenção dos jornalistas e veículos de comunicação para novas formas de abordagem sobre direitos humanos e combater a criminalização dos defensores de direitos humanos pela mídia. 

Os jornalistas puderam participar em quatro categorias: Jornalismo Impresso, Telejornalismo, Radiojornalismo e Webjornalismo. Foram inscritos 31 trabalhos. A comissão julgadora, composta pelas jornalistas Avelina Castro e Caroliny Pinho e pelo advogado André Leão, avaliou as matérias no dia 1º de dezembro, na sede do Sinjor-PA. O primeiro lugar de cada categoria receberá R$ 1 mil e certificado, enquanto o segundo e terceiro colocados de cada categoria apenas certificado. 

A presidente do Sinjor-PA, Roberta Vilanova, admite que há um longo caminho a ser percorrido para que as matérias alcancem o nível ideal. Porém, é um começo. Além das matérias inscritas no Prêmio, a Comissão de Direitos Humanos do Sinjor-PA trabalhará os resultados da pesquisa “Mídia e Violência – As narrativas midiáticas”, feita por professores pesquisadores da Faculdade de Comunicação da UFPA.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *