Não houve o célebre círio fluvial de Oriximiná no rio Trombetas este ano, por causa da pandemia, mas a imagem de Santo Antônio flanou pelas águas, levada pela comunidade de várzea do Rio Cachoeiry, que celebrou o verão depois da…

Aprender mais sobre as boas práticas Lixo Zero e como aplicá-las no dia a dia, repensando hábitos de consumo e inspirando a população a enxergar os seus resíduos com dignidade é o que propõe a programação que acontecerá entre os…

Aprovado à unanimidade pela Assembleia Legislativa, o projeto de lei nº 245/2021, de autoria do Poder Executivo, dispondo sobre a denominação do Arquivo Público do Estado do Pará, em homenagem ao jurista e professor paraense Zeno Augusto de Bastos Veloso,…

Ontem duas famílias viveram momentos de terror, vítimas de assalto à mão armada por volta das 13 horas, durante passeio no Parque do Utinga, um dos lugares mais lindos de Belém e importante equipamento turístico parauara. Trata-se do oitavo roubo…

O cenário nacional deste segundo turno

Neste segundo turno, o confronto que mais se repete é entre PMDB e PSDB, que se enfrentam em Porto Alegre, Maceió e Cuiabá.
O PSDB é o partido com o maior número de candidatos (19), seguido pelo PMDB (16). O PSB tem 9; o PDT, 8; e PSD e PT, 7 cada. Amanhã, 10 candidatos tentam a reeleição, 14 deputados disputam prefeituras e outros 2 concorrem a vice. 

O PSDB foi o que mais se destacou nas eleições municipais até agora, principalmente com a vitória no primeiro turno do tucano João Dória em São Paulo.
Já o destaque negativo foi o PT, que perdeu em mais de 60% dos municípios que governava, caindo do 3º para o 10º lugar em número de prefeituras. 
No primeiro turno, oito deputados foram eleitos prefeitos – outros dois como vices. Nota-se um claro desgaste da classe política. Havia expectativa de que, com o fim do financiamento empresarial, os com mandato teriam  vantagem sobre os demais. Mas a população está rejeitando os políticos tradicionais. O eleitor quer uma reforma política que garanta mais participação nos mandatos dos eleitos e maior transparência dos gestores públicos.

O resultado do pleito municipal impactará diretamente as eleições de 2018: o partido que elege mais prefeitos, dois anos depois elege mais deputados e governadores, e vice-versa. Pelo menos essa tem sido a lógica. 

Amanhã é proibido fazer boca de urna, comícios, carreatas, usar alto-falantes e amplificadores de som ou qualquer tipo de propaganda de partidos ou candidatos. Contudo, o eleitor pode comparecer à seção eleitoral usando bandeira, broche ou adesivo de seu candidato, desde que fique em silêncio. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *