Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Nota oficial do Sindicato dos Jornalistas

“O Sindicato dos Jornalistas do Estado do Pará (Sinjor-PA) repudia a
agressão promovida contra jornalistas no exercício da função, na manhã da
última terça-feira, 9, em frente ao comitê eleitoral do ex-candidato a prefeito
e deputado federal José Priante. Os profissionar apuravam matéria sobre dívida
de campanha. O repórter do Portal ORM, Bruno Magno, e o repórter fotográfico do
jornal O Liberal, Tarso Sarraf, foram agredidos fisicamente, enquanto os demais
integrantes das equipes desses veículos, o jornalista Evandro Flexa e os
motoristas Bruno Macedo e Paulo Sérgio Souza Júnior sofreram tentativa de
agressão. 
Os profissionais foram atacados por cerca de 15 pessoas que
estavam no comitê do ex-candidato, os quais perseguiram a equipe, agrediram,
atacaram pedras e tentaram danificar os automóveis e equipamentos de reportagem.
O boletim de ocorrência policial foi registrado na Delegacia do Marco. Os
jornalistas foram encaminhados para exame de corpo delito e a Polícia Militar
está em busca de suspeitos. O Sinjor-PA acompanhou de perto o caso com a
assistência da diligente advogada criminalista Ivanilda Pontes.
O Sinjor-PA reafirma que toda e qualquer agressão ao profissional
jornalista, é uma agressão à Liberdade de Imprensa, ao direito público de
Acesso à Informação e, sobretudo, à Democracia. É inadmissível que a resposta
ao noticiário que não atenda ao interesse do entrevistado, seja motivador de
violência. Agindo dessa maneira, os prestadores de serviço ou correligionários,
onde quer que se enquadrem os agressores, em nada contribuíram para a imagem de
Priante, muito pelo contrário. O desrespeito e a intolerância não condizem com
a postura de um deputado federal.
O Sinjor-PA exige explicações sobre o episódio, bem como o pedido
de desculpa aos profissionais agredidos e ameaçados. O Sinjor-PA continuará
acompanhando a apuração do caso, bem como permanecerá atento à qualquer ato de
violência contra os jornalistas.
Sinjor- PA”

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *