Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Hoje, dia 23 de julho de 2021 às 19h, o Instituto Histórico e Geográfico do Pará realizada a nona “Live em Memória” da programação alusiva aos 121 anos do Silogeu, desta vez em homenagem ao centenário de nascimento do Almirante…

MPPA sistematiza normas sobre Patrimônio Público e Improbidade

Um trabalho primoroso do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Patrimônio Público foi entregue pelo seu coordenador, promotor de Justiça Lauro Francisco da Silva Freitas Jr, ao procurador-geral de Justiça César Mattar Jr.: o Roteiro de Atuação Básica na Defesa do Patrimônio Público – vol I e a Lei de Improbidade Comentada. O material reúne conhecimento teórico acerca de instrumentos e técnicas de investigação, além de orientações práticas, organizadas por tema, para uma atuação extrajudicial resolutiva pautada nos pilares de combate à corrupção preconizados pelo Conselho Nacional do Ministério Público: prevenção, controle e repressão.

 “O Manual de atuação carrega um simbolismo muito forte, pois neste momento o Ministério Público vive dentro do Parlamento Federal um período de tensão absoluta, onde nossa instituição está sendo colocada à prova. Esses documentos demonstram que, apesar de tudo, o MP continua a fortalecer os mecanismos de combate à improbidade. Nossa administração, assim como as outras que por aqui passaram, continua ontem, hoje, e sempre na luta para o fortalecimento do Ministério Público”, pontuou o PGJ César Mattar Jr.  

Produzido em esforço coletivo das promotorias que envolvem a temática da improbidade administrativa e do patrimônio público, o material vai subsidiar as ações do MPPA. A Lei de Improbidade Administrativa Comentada, de 2021, ganhou reformatação gráfica total, de modo a facilitar a compreensão e a interpretação sistemática e oferece, como anexos, comentários jurisprudenciais de várias outras leis de interesse da defesa do patrimônio público, como, por exemplo, a lei anticorrupção empresarial e a lei ficha limpa. 

Participaram do ato de entrega a subprocuradora geral de Justiça Ubiragilda Pimentel, o chefe de gabinete da PGJ, Alexandre Tourinho, os promotores de Justiça auxiliares do CAODPP, Daniel Bona e Pedro Brasil, as promotoras Fábia Mussi (PJ do Patrimônio Público de Ananindeua) e Érika Menezes e Domingos Sávio (ambos PJ do Patrimônio Público da capital).

Foto: Alexandre Pacheco

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *