Para marcar os quinze anos de criação das Florestas Estaduais de Faro, Trombetas e Paru, da Estação Ecológica Grão-Pará e da Reserva Biológica Maicuru, na Calha Norte, hoje (4), o Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) lançou…

Lançamentos literários, apresentações de teatro, oficinas voltadas para as culturas pop e japonesa, arrecadação de livros, atividades pedagógicas e lúdicas direcionadas ao público infantil, entre outras ações, estão no cardápio de cultura e arte servido aos visitantes do estande da…

O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

MPF de olho na Sesma e no Hospital Metropolitano

O procurador regional dos Direitos do Cidadão Alan Mansur deu prazo de
cinco dias à titular da Sesma, Sylvia Christina de Oliveira Santos, para que regularize
os pagamentos e condições de trabalho dos médicos traumatologistas,
ortopedistas, neurologistas, cardiologistas e anestesiologistas.
Se a recomendação
não for cumprida ou não houver resposta, o MPF vai ajuizar ação por improbidade
administrativa. A omissão da prefeitura “causa
danos imediatos de morte à população de Belém e de municípios próximos que
utilizam, através da pactuação, o SUS em Belém”
, diz o procurador.
Relatórios do
Departamento Nacional de Auditoria do SUS registram como precárias as condições
de acolhimento e assistência nos pronto socorros do Guamá e da 14 de
Março. 
O MPF também
está investigando as condições de atendimento no Hospital Metropolitano, onde
já identificou várias irregularidades, tanto no funcionamento quanto na
infraestrutura. Além de superlotação, o Metropolitano não tem macas suficientes
para atender todos os pacientes e empresta – acreditem! – as macas das ambulâncias do Serviço de
Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o que inviabiliza novos atendimentos.
O procurador da
República Alan Mansur também pediu ao titular da Sespa, Hélio Franco, informações
sobre a situação, o prazo e o cumprimento do contrato entre a secretaria e a Organização
Social gestora do hospital, com o detalhamento dos repasses feitos de 2010 até
outubro de 2012. A OS Instituto de Saúde Santa Maria é de propriedade do
ex-deputado Luiz Afonso Sefer. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *