0

No próximo dia 08 de dezembro, a partir das 18 horas, acontecerá o vernissage da exposição “Memórias En Passant de Cubas Arts” no Núcleo de Conexões Ná Figueiredo (Av. Gentil Bittencourt, 449, em Belém), com entrada livre. A exposição ocupará o local por quinze dias.

Laercio Cubas Jr., belenense radicado em Fortaleza desde 2018, tem produção artística com mais de 450 obras feitas à mão livre nos últimos 5 anos, fruto de sua visão inspirada por paisagens presentes nos círculos de músicos, poetas, e na vida cotidiana, criando um espaço imagético que experimenta a criação artística a partir da fusão de cenas corriqueiras de quem vive a cidade – principalmente Belém – com elementos dos universos da música popular, do cinema, do digital e da cultura pop. As ilustrações refletem sua percepção sobre os movimentos culturais, artistas, representatividade, bem como a paisagem urbana e a arquitetura das cidades brasileiras. Através da obra de Laercio, muitas pessoas têm trocado as paisagens “tradicionais” – como a Torre Eiffel ou o Big Ben – por cenas de lugares emblemáticos de Belém, como a Esther Lanches ou a Feira do Guamá, celebrando a cultura paraense e nos conectando com o universal. A imagem de destaque é uma ilustração da icônica Banca do Alvino, na Praça da República, onde o Uruá-Tapera, quando era jornal impresso, era vendido em Belém.

O artista começou a ter maior expressividade nas redes sociais em 2022 durante a campanha presidencial, quando duas de suas ilustrações foram compartilhadas pelo então candidato, agora presidente, Lula. Após a eleição, seu trabalho foi reconhecido internacionalmente como uma contribuição significativa para a manutenção do regime democrático, resultando em uma entrevista publicada na revista internacional de arte Hyperallergic em outubro de 2022. Vários outros artistas compartilham suas criações desde então, como foi o caso de Gal Costa, que antes de seu falecimento postou duas ilustrações feitas por Laercio. Laercio estabeleceu conexões remotas e presenciais com diversos profissionais das artes, incluindo fotógrafos, atores, músicos, pesquisadores e, especialmente, pintores e ilustradores. Nas redes sociais, ele conta com seguidores célebres, como Paulo Miklos, Silvero Pereira, Jards Macalé, Silvia Buarque, Marcelo Jeneci e Falcão e é acompanhado por diversos expoentes nacionais da política, incluindo a ONU Brasil, a Ministra Marina Silva, a Presidente da UNE, Bruna Reis, o prefeito de Belém do Pará, Edmilson Rodrigues, entre outros. Além disso, ele tem sido ativo em diversas feiras de arte e foi recentemente convidado pelo SESC CE para expor suas obras na Casa da Cultura de Sobral em julho de 2023. O artista também é um convidado regular em eventos criativos de Fortaleza como a Jornada Mundial do Design, as Feiras La Grue e Chamego.

Gabriella Florenzano
Cantora, cineasta, comunicóloga, doutoranda em ciência e tecnologia das artes, professora, atleta amadora – não necessariamente nesta mesma ordem. Viaja pelo mundo e na maionese.

O ataque sistemático à memória de Belém

Anterior

Empréstimo do governo rachou de vez o PL na Alepa

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *