0

Hoje, às 21h30, o Teatro Waldemar Henrique será palco de um dos momentos mais aguardados do XXXVI Festival Internacional de Música do Pará. O renomado cantor, guitarrista, compositor e arranjador norte-americano Mark Lambert, conhecido por sua paixão pela música brasileira, se apresentará acompanhado por talentosos músicos parauaras: Tiago Belém na bateria, Baboo Meireles no contrabaixo e Robenare Marques ao piano.

Mark Lambert, nascido em Newark, New Jersey, iniciou sua jornada musical ainda na infância, tocando trompete aos 7 anos e bateria aos 10. Aos 13, descobriu a guitarra elétrica e, aos 16, começou a estudar piano. Sua formação musical se consolidou na Berklee College of Music, onde se graduou em Composição e estudou com mestres como Herb Pomeroy e John Bavicchi.

Sua carreira internacional é sólida e diversificada, gravou e fez turnês com ícones da música mundial como Ivan Lins, Milton Nascimento, Meatloaf, Ute Lemper, Bebel Gilberto, Eliane Elias, e muitos outros. Sua versatilidade o levou a colaborar com artistas de diversos gêneros, do jazz ao rock progressivo, passando pela bossa nova e o pop.

Desde sua primeira apresentação no Brasil em 1995, Lambert tem cultivado profunda conexão com a música brasileira. Em 2004, passou a viver no Rio de Janeiro e depois se mudou para São Paulo, onde continua a se apresentar regularmente em casas noturnas renomadas como o Blue Note, Bourbon Street e Jazz Nos Fundos.

Seu trabalho com a cantora Astrud Gilberto, um dos maiores ícones da bossa nova, é particularmente notável. Juntos, co-produziram os álbuns “Temperance” (1997) e “Jungle” (2002), que contaram com a participação de lendas como Michael Brecker e Michael Franks.

Acompanhado por Tiago Belém, Baboo Meireles e Robenare Marques, Lambert trará ao palco uma fusão de influências musicais.

Os ingressos para o show podem ser adquiridos mediante a doação de um quilo de alimento não perecível, que será destinado às vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul. Esta iniciativa reforça o compromisso do festival com a solidariedade e a responsabilidade social.

O manganês roubado acintosamente do Pará

Anterior

Detran-PA em greve a partir de hoje

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *