O Papa Francisco nomeou o atual bispo da prelazia de Marajó (PA), Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo de Roraima (RR), que estava sem titular há um ano, desde a transferência de Dom Mário Antônio da Silva para a arquidiocese de…

Utilizar o futebol como ferramenta de transformação social para crianças e adolescentes de todo o Pará é o objetivo do projeto "Futebol Formando Cidadão", que será lançado neste domingo (29) no oeste paraense. A iniciativa é do Tapajós Futebol Clube,…

No próximo sábado, 28, é o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Esta semana, foram divulgados dados da Secretaria de Inspeção do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) referente a 2022, quando foram resgatados 2.575 trabalhadores em condições análogas…

Quase todo mundo já caiu na tentação de comer ou beber além do necessário, mas a data, 26 de janeiro, foi criada a fim de conscientizar a população sobre os perigos que a compulsão alimentar oferece à saúde. Neste ano,…

Marajó e seus problemas recorrentes

Portel é o único município do Marajó que fica no continente, sofrendo influência dos rios Anapu e Pacajá, afluentes da margem esquerda do rio Xingu. Mais da metade da população local, de 50 mil habitantes, vive nas áreas rurais e ribeirinhas. A exemplo dos demais vizinhos marajoaras, a cidade sofre com deficiências na educação, saúde e energia elétrica, mesmo ficando a 112,6 Km da UHE-Belo Monte e a 240 Km da UHE-Tucuruí, em linha reta. Os constantes picos e quedas no fornecimento causam prejuízos enormes. Para se ter uma ideia, o hospital local já perdeu equipamentos por causa dessa situação. Em Curralinho, por exemplo, o aparelho de raio-X também queimou; em Breves foi o laboratório, e em Muaná a lavanderia. Uma calamidade, que exige providências urgentes.

O prefeito de Portel, Manoel Maranhense, tem 120 dias para implantar 24 medidas que regularizem a merenda escolar e dez dias para responder se vai cumprir os ajustes necessários no transporte escolar, bem como encaminhar ao Ministério Público Federal cópias de todos os contratos e licitações com recursos do Programa Nacional de Transporte Escolar e Programa Nacional de Alimentação Escolar. Ele também deve responder a dez pedidos de esclarecimentos do MPF sobre denúncias feitas pela população e acatar duas recomendações de melhorias. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *