Equipes da Divisão de Homicídios e da Delegacia de Repressão de Furtos e Roubos estavam monitorando há um mês o grupo criminoso que planejava roubar em torno de R$ 1 milhão no caixa eletrônico do Banpará localizado dentro do Hospital…

Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

As Diretorias de Combate à Corrupção e de Polícia do Interior da Polícia Civil do Pará prenderam hoje (28), no Distrito Federal, durante a Operação "Litania”, uma falsa empresária e sócios-proprietários que utilizavam empresa de fachada como instituição financeira para…

A Secretaria de Estado da Fazenda do Pará publicou extrato de dispensa de licitação para contratar a Prodepa, por R$800.427,88, a fim de desenvolver novo site da Transparência do Governo do Pará, com criação de nova arquitetura de informação, navegação…

Conflitos fundiários e questões ambientais marajoaras

Parte significativa do território de Breves é de responsabilidade da União, por causa das unidades de conservação e assentamentos de reforma agrária. Conflitos fundiários e questões ambientais proliferam e as queixas quanto à ausência de apoio do Incra e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) ao município são muitas. 

Quilombolas das associações São Sebastião Cipoal e São Tomé Tauçú no rio Acutipereira, em Portel, também reivindicam a legalização de territórios junto ao Incra. A questão da exploração madeireira na Floresta Nacional de Caxiuanã, que afeta Melgaço e Portel, é outro tema que mobiliza os ribeirinhos. Eles exigem compensações ambientais pela retirada de madeira. Em edital, o Serviço Florestal Brasileiro concedeu por 40 anos os direitos de exploração na Flona a empresas madeireiras que têm sede fora da região.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *