A empresa de ônibus Belém-Rio, que faz a linha para o distrito de Outeiro – Ilha de Caratateua, em Belém, aparentemente está falida e reduziu pela metade a sua frota, causando enorme sofrimento aos usuários do transporte coletivo. O serviço,…

A Cosanpa abriu nada menos que seiscentos buracos imensos nos bairros mais movimentados de Belém, infernizando a vida de todo mundo com engarrafamentos e causando graves riscos de acidentes, principalmente porque chove sempre, e quando as ruas alagam os buracos…

O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

Lúcio Flávio, Prêmio Especial Vladimir Herzog

Quando
perdemos a capacidade de nos indignarmos ante atrocidades sofridas por outros,
perdemos também o direito de nos considerarmos seres humanos civilizados.”
Wladimir Herzog
“Hoje, com este prêmio que muito me emociona,
vocês estão dizendo que aquele jornalzinho, lá em Belém do Pará, pequeno, que
não tem foto, que não tem cor, não tem mulher nua, não tem colunista social,
merece viver. Nós merecemos viver. Muito obrigado!”
Lúcio Flávio Pinto
“Não somos juízes, mas sabemos desencavar destroços e com eles contar
histórias. É a nossa especialidade”.
Alberto Dines
O respeitadíssimo jornalista
parauara Lúcio Flávio Pinto, editor do 
Jornal
Pessoal
, foi merecidamente
agraciado, anteontem, com o Prêmio
Especial Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos
, ao lado do jornalista,
professor e escritor Alberto Dines, este aos 80 anos de idade e 60 de profissão.
Outro jornalista do Pará, Ismael Machado, também recebeu Menção Honrosa, pela
sua reportagem Dossiê Curió, publicada no Diário do Pará.
O festejado jornalista alagoano
Audálio Dantas saudou os homenageados da noite, no Tuca, lendário teatro da
PUC-SP. E disse sobre a importância de Lúcio Flávio e o 
Jornal Pessoal: “É
uma instituição amazônica [para] quem quiser saber sobre a Amazônia,
principalmente o que a Amazônia tem de riqueza e de pobreza, essa pobreza que
se choca com essa riqueza, essa riqueza que é explorada de todas as maneiras, e
muitas vezes de maneira ilegal
”.
Eu sou admiradora declarada
do Lúcio, além de conterrânea de Santarém. Ele conseguiu a façanha de
influenciar mais de uma geração de jornalistas e, malgrado o caminho árduo que
escolheu, viver com dignidade e altivez, o que, desgraçadamente, poucos
conseguem. Ave, Lúcio, estamos todos contigo!
Vejam quem são os premiados.
As fotos são da jornalista e historiadora Rose Silveira.
 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *