Barcos regionais a motor, veleiros, vigilengas, rabetas, bajaras, canoas ubás, igarités, catraias, botes fazem parte da memória afetiva, produtiva e econômica parauara, navegando pelo oceano Atlântico, baías, rios que mais parecem mares, lagos, igarapés, furos, estreitos, igapós e campos alagados…

Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Juiz condena agentes da PRF e Arcon

Os policiais rodoviários federais José das Graças Nascimento de Souza e Arthur Cavalcante dos Santos e o agente da Arcon-PA Evaldo Moraes Salles pediam propina a motoristas para permitir a passagem de transporte irregular. Denunciados à Corregedoria Regional da Polícia Federal no Pará, eles foram flagrados praticando ato de improbidade administrativa e, em ação ajuizada pelo Ministério Público Federal e pela União, os três foram condenados pelo juiz federal Omar Ferreira à perda dos cargos públicos e  à suspensão dos direitos políticos por três anos, além de multa no valor de três vezes a última remuneração recebida. 

José de Souza também foi condenado em ação criminal, em junho de 2016, a dois anos e oito meses de prisão, multa e prestação de serviços à comunidade ou a entidade beneficente, também por dois anos e oito meses, com no mínimo uma hora de tarefa por dia de condenação.
Ele recorreu da sentença e o caso aguarda novo julgamento do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília.

O processo nº 26446-24.2014.4.01.3900 tramita na 2ª Vara Federal em Belém do Pará. Cliquem aqui e leiam a íntegra da sentença e façam aqui o acompanhamento processual.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *