0

Na segunda-feira, dia 06, por volta das 22h, a Polícia Civil de Monte Dourado, distrito de Almeirim(PA), recebeu informações de que um corpo havia sido encontrado no interior de uma residência na área urbana da cidade. De imediato, com apoio da Polícia Militar, o delegado Rodrigo Barbosaenviou equipe ao endereço indicado, onde já havia aglomeração de populares. Após isolamento do local e o necessário arrombamento do quarto, foi encontrado Eranildo Ribeiro da Cruz, o “Chocolate”, 55 anos, que editava o jornal “Tribuna Regional”,debruçado em cima da cama de casal, coberto com lençol, os braços amarrados para trás e um travesseiro sobre a cabeça, totalmente despido, e uma lesão no crânio com sangramento, o que sugere ter sido torturado e executado. A motocicleta da vítima, Honda Bros 150, cor laranja, placa não informada, assim como seu aparelho celular e a câmera fotográfica profissional não foram localizados. A última vez em que Eranildo Cruz foi visto, no dia anterior, por volta das 20h, estava sozinho no porto local. A polícia está investigando o crime, mas ainda não pode adiantar informações.

O Sinjor-PA e a OAB-PA manifestaram pesar e repúdio ao crime, em nota oficial conjunta, que reproduzimos na íntegra.

“A diretoria executiva do Sindicato dos Jornalistas no Estado do Pará (Sinjor/PA), Diretoria Regional do Tapajós (DRTap) do Sinjor-Pa e a Comissão de Liberdade de Imprensa da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Pará (OAB-PA) vem a público conjutamente expressar profundo pesar pelo brutal assassinato do jornalista Eranildo Ribeiro da Cruz, no distrito de Monte Dourado, do município de Almeirim (PA). As entidades se solidarizam com os familiares, amigos e colegas de Eranildo. O jornalista popularmente conhecido como “Chocolate”, esteve a frente do jornal impresso “Tribuna Regional” com relevantes coberturas em assuntos de politica e movimentos sociais na região e no município Laranjal do Jari no estado do Amapá (AP). Eranildo era um militante social sempre solidário e amigo de todos e todas. As entidades acompanham o caso em contato com os familiares e cobram uma investigação rigorosa do crime pela Polícia Civil. O Sinjor-PA e a Comissão de Liberdade de Imprensa da OAB-PA reforçam sua solidariedade aos amigos e familiares de Eranildo da Cruz e repúdio a esta violência.

Diretoria Executiva do Sinjor-PA

Diretoria Regional do Tapajós do Sinjor-PA (DRTap)

Comissão de Liberdade de Imprensa da OAB-PA”

Gaeco denuncia cúpula de facção

Anterior

PSDB-PA às vésperas de revoada

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *