2

Antes da programação oficial do presidente Lula começar nesta segunda-feira, 7, em Santarém, a primeira-dama Janja ganhou benção especial do Coletivo de Mulheres Indígenas Suraras do Tapajós, que vive na região do Baixo Tapajós, no Oeste do Pará.​

Em apoio às causas indígenas, o grupo nasceu pela necessidade de fomentar movimentos sociais em suas comunidades usando rodas de conversa, oficinas e programas de capacitação para proporcionar conhecimento no combate à violência e ao racismo contra a mulher indígena, acolhimento e fortalecimento da autoestima, busca por direitos igualitários e a defesa de seus territórios.​

Diante do crescimento de demandas, em 2020, o coletivo se tornou a Associação de Mulheres indígenas Suraras do Tapajós e, hoje, conta com o envolvimento ativo de 50 mulheres de seis etnias. ​

Foto: Cláudio Kbene

Sinjor-PA apresentou relatório de violência contra jornalistas

Anterior

Suraras do Tapajós celebraram a ancestralidade

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

2 Comentários

  1. Que a primeira dama receba estas bênçãos e continue seu trabalho em prol dos menos favorecidos.

  2. Que a primeira dama receba estas bênçãos, e trabalhe em prol dos menos favorecidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *