Um pastor de igreja evangélica localizada no município de Breves, no arquipélago do Marajó, foi condenado a 39 anos de prisão por estupro de vulnerável, exploração sexual e por possuir e armazenar pornografia infantil, com o agravante de que ele…

Acionado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Ministério Público Federal recomendou ao prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, medidas efetivas para que os responsáveis pelo edifício conhecido como Bloco B da Assembleia Paraense assegurem a manutenção emergencial do…

Na quarta-feira passada (22), operários e servidores ligados à execução da reforma e readequação do Palácio Cabanagem almoçaram com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Chicão, que preferiu essa forma de reunião para agradecer pelo compromisso com o trabalho e…

Nunca reclamem de barreiras de fiscalização no trânsito. Graças aos agentes do Detran-PA um homem vítima de sequestro foi resgatado ileso ontem à noite, por volta das 23h, na rodovia BR-316. Conforme relato do coordenador de Operações do Detran-PA, Ivan…

Isoca & o Jornal das Moças

Na década de 30, Wilson Fonseca mandava as partituras de suas músicas para publicação, vejam só – no Jornal das Moças, do Rio de Janeiro, e depois recebia notícia de que seriam tocadas na Rádio Mayrink Veiga, numa das mais famosas do Brasil, na época. Então, Isoca reunia toda a família e amigos para a audição de suas obras musicais. Era um sucesso.
E o compositor lá de Santarém – que nem era conhecido na capital paraense – tinha suas músicas divulgadas na antiga Capital da República, para todo o território brasileiro, onde fosse possível sintonizar aquela emissora de rádio.
As primeiras músicas foram divulgadas, pelo jornal e pela rádio, quando o maestro tinha apenas 21 anos de idade.
Quase um milagre!…

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *