0

Idealizadas pelo curso de Arquitetura e Urbanismo e pelo Núcleo de Responsabilidade social da Universidade da Amazônia como parte dos Projetos “Ser Leitor” e “Dia da Terra”, as Geladeiras Literárias serão destinadas inicialmente a trinta crianças e adolescentes ligadas ao CRAS Guanabara e Santana do Aurá, na faixa etária de 10 a 15 anos, que participaram de uma oficina de desenhos criativos com foco em elementos amazônicos e marajoaras. No próximo dia 20 de abril, as geladeiras – reformadas de modo colaborativo a fim de torná-las estantes de livros – serão entregues ao Centro de Referência, a fim de que coloquem em prática o que foi desenvolvido na Unama.

O professor Kenny Nogueira, coordenador de Arquitetura e Urbanismo da Unama Ananindeua, explica que o foco da ação é unir arte e literatura. “Nós já tínhamos duas geladeiras aqui na unidade e resolvemos reformar e adaptar para a atividade. No primeiro momento, foi ensinada a técnica de pintura e o trabalho da ilustração para que, no segundo, os alunos possam auxiliar as próprias crianças a fazerem as pinturas desses objetos. É uma ação importante para os acadêmicos entenderem a importância da responsabilidade social e manter uma boa relação da comunidade com o curso”, disse o gestor.

A coordenadora de Responsabilidade Social da Unama, Pamela de Almeida, enfatiza o fortalecimento da leitura e o papel social da universidade com a comunidade. “Nós temos um compromisso importante de oportunizar educação e orientação à sociedade. Esse projeto veio somar no que acreditamos a favor da transformação social, sobretudo de crianças e jovens do Pará”.

Cia. Refinadora da Amazônia condenada pelo TST

Anterior

Lívia Duarte requer CPI do Marajó

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *