O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Fogo amigo arde na Alepa

Hoje a deputada Ana Cunha(PSDB) foi à tribuna da Alepa fazer um discurso indignado, referindo-se a um certo “Mister M”. O líder do PMDB, deputado Iran Lima, e o deputado Chicão logo foram ter com ela “um particular”, assuntando o porquê do desabafo e a quem ela se referia. Como sabem, na guerra entre os grupos ORM e RBA, essa alcunha tem sido frequente ao ministro Helder Barbalho e ao senador Jader Barbalho. Desta feita, porém, o alvo era outro, e está alinhado nas bancadas governistas, tanto quanto a deputada. O misteriso personagem logo foi escancarado em plenário. Trata-se do deputado Renato Ogawa(PR).

Tudo começou no Facebook. Ana Cunha postou ontem em sua página na rede social ter sido comunicada pelo Governo do Estado, via secretário de Transportes, Kleber Menezes, que, atendendo a seu pedido, começaria a restauração asfáltica da PA-151, do trevo do Arapari até o Estádio Laurival Cunha, na entrada da cidade de Barcarena. E publicou foto sua com o secretário Kleber Menezes, na rodovia estadual.

Por sua vez, ontem Renato Ogawa anunciou em sua página que usara o horário de lideranças na Alepa a fim de agradecer ao governador Simão Jatene e ao Secretário de Transportes por atenderem ao seu primeiro requerimento, datado de 24 de fevereiro de 2015, e posterior moção, nos quais solicitou a recuperação asfáltica da PA-151, trecho que liga o porto do arapari até o estádio municipal de Barcarena. Aproveitou também para agradecer ao prefeito da cidade, Antônio Carlos Vilaça (de quem foi vice) pelo apoio durante as articulações e comemorou o que considerou resultado de seu trabalho na vida e na rotina dos cidadãos barcarenenses e de toda a região do Baixo Tocantins. Aproveitou o embalo e publicou cópia do requerimento apresentado.

Pra que! O aparente conflito das publicações suscitou comentários na página da deputada, questionando quem era, afinal, o responsável pelo benefício.  Ou seja, quem é a mãe ou o pai da criança, no linguajar popularesco.

Ana Cunha diz que não se conforma porque ela é quem inseriu no orçamento do Estado os recursos necessários para a obra, e agradeceu o apoio dos 41 deputados pela aprovação de sua emenda, ainda no ano passado. Renato Ogawa não viu e não comentou o desabafo da colega, porque estava fora da Alepa, em evento da Casa Civil de entrega de ambulâncias. Como a próxima sessão será só na terça-feira, até lá é provável que a turma do deixa disso ponha panos quentes e tudo se acalme. Ou não, como diria Caetano Veloso.

O fato é que o atrito já reflete o clima do ano eleitoral. O prefeito Antonio Carlos Vilaça(PSC) é recandidato, com o apoio de Renato Ogawa e do vice-governador Zequinha Marinho, e Laurivalzinho (PMDB), irmão de Ana Cunha, deverá se candidatar de novo a prefeito. O fogo amigo ensejou longa conversa de Ana Cunha com Iran Lima e Chicão. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *