Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Batizada de sagui-de-Schneider (Mico schneideri), em homenagem ao pesquisador brasileiro Horácio Schneider (1948-2018), geneticista da Universidade Federal do Pará e pioneiro da filogenética molecular de primatas, a descoberta alvoroçou a comunidade científica internacional. A nova espécie de sagui amazônico do…

Falta de civilidade

Assim estava hoje o canteiro central da Av. Pedro Miranda, perto do canal da Unama Alcindo Cacela. Em todos os canais de Belém são lançados fogões, geladeiras, móveis e todo tipo de quinquilharia. Além disso, construtoras e particulares lançam nas ruas, calçadas e esgotos sobras de material e entulho. Porcalhões lançam de ônibus, vans e carros de luxo garrafas plásticas e latas de água, refrigerante e cerveja. Depois todo mundo reclama quando a cidade literalmente submerge durante as chuvas. É óbvio que a Prefeitura tem que reforçar a limpeza, mas é preciso que a sociedade colabore. Sem um mínimo de civilidade é impossível avançar. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *