A juíza Sara Augusta Pereira de Oliveira Medeiros, titular da 3ª Vara Cível, Infância e Juventude, Órfãos, Interditos e Ausentes de Castanhal (PA) exarou uma sentença emblemática, em plena Semana da Pessoa com Deficiência: obrigou a Escola Professor Antônio Leite…

Observando que é irracional o deslocamento de grande quantidade de pacientes em busca de tratamento, o Ministério Público do Pará ajuizou Ação Civil Pública contra o Estado do Pará e o Município de Marabá, para a criação de Unidade de…

O governador Helder Barbalho sanciona hoje à noite, em cerimônia no auditório do Centur, o 'Vale Gás' e o 'Água Pará', destinados a famílias de baixa renda ou em situação de vulnerabilidade social. Ambos serão gerenciados e fiscalizados pela Secretaria…

Ciclistas liderados pelo grupo Pedal Mulher Nota 100, com apoio de alunos e voluntários da Universidade Federal do Pará e da Academia Paraense de Jornalismo, realizarão uma performance, nesta quinta-feira (23), das 8h às 10h, a fim de chamar a…

Excluir a pobreza, não os pobres

A palavra extra-comunitário deve ser banida tanto do vocabulário eclesiástico como do civil, porque evoca pensamentos maus e negativos, a figura de alguém que está fora do círculo de pessoas que se conhece e nas quais se tem confiança; encerra mentalidade de discriminação, é um termo que sempre foi usado de forma depreciativa, orienta formas distorcidas de se conceber a realidade“. (monsenhor Francesco Lambiasi, bispo de Rimini, durante a homilia da missa dos povos, momento de comemoração e fé dedicado aos imigrantes que vivem na cidade, na última terça-feira (06).

As declarações do religioso repercutiram na imprensa italiana. Lembrando as palavras do apóstolo São Paulo – Voi non siete più né stranieri né ospiti – o bispo denunciou que a palavra extra-comunitário está presente nos discursos, nos debates, nas conferências, nos artigos de jornais e começou a ser utilizada em referência principalmente a africanos. Ninguém ousa chamar um cidadão norte-americano ou suíço dessa forma, mesmo que legalmente o sejam, já que não fazem parte da União Européia. O dramático em relação ao termo é que, literalmente, ele significa fora da comunidade, e a fácil equação: immigrato uguale criminale.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *