O IV Distrito Naval da Marinha do Brasil, em parceria com o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), Praticagem da Barra do Pará, Sociedade Amigos da Marinha Pará, Secretarias de Saúde de Barcarena e do Estado do Pará, Tribunal…

Guy Veloso, filho do saudoso jurista, notário e político Zeno Veloso, plantou em sua memória um pé de baobá na Universidade Federal do Pará, onde o ilustre parauara se destacou como professor de direito civil e direito constitucional, formando gerações…

Evellyn Vitória Souza Freitas nasceu no chão do banheiro do Hospital Municipal de Portel, município do arquipélago do Marajó (PA), no dia 28 de julho de 2021, por volta das 8h da manhã, prematura de 28 semanas e dois dias, pesando 1Kg e 39…

Vanete Oliveira, a jovem marajoara de 28 anos e mãe de cinco filhos que sofre há catorze anos com um tumor enorme em um dos olhos, que lhe cobre quase a metade da face, já está internada no Hospital Ophir…

Escritores terão livros publicados pelo IAP

O contrato com os escritores contemplados na 13ª edição do Prêmio IAP de Artes Literária foi assinado ontem. Até 2015, nove livros serão publicados com o selo do Instituto de Artes do Pará, abrangendo os gêneros Ensaio, Memorialística, Conto, Dramaturgia, Poesia e Literatura Infanto-juvenil.
Álvaro Vinente, João Bosco Maia da Silva, Anastácio Trindade Campos, Jorge Wellington Correa Quadros, Franz Kreuther Pereira, Josebel Akel Fares, Felipe Bruno Silva da Cruz, Daniel da Rocha Leite e Antônio Edvandro Pessoa de Oliveira são os selecionados nesta edição. 

Este é o meu quarto prêmio IAP. Não tenho a menor dúvida de que, se não fosse pelo Instituto, meus livros não estariam sendo lidos em todas as escolas de Belém, como são hoje”, afirmou Daniel Leite, durante a solenidade. Estreando na cena literária, o jornalista Álvaro Vinente disse que ter passado pelo crivo do Prêmio IAP é uma alavanca em sua carreira. “Até aqui eu só sabia que era jornalista. O prêmio está vindo como uma catapulta, pois eu já começo minha carreira literária com um livro premiado. Estou realmente muito feliz!”, declarou.
Outro estreante é João Bosco Maia da Silva, que inaugura a premiação na categoria Dramaturgia, criada em 2012. “Eu sou romancista e contador de histórias. Ter tido minha obra premiada é uma bela novidade. O que eu espero agora é que a peça crie vida e seja encenada por algum grupo de teatro”, frisou o escritor.

O blog aplaude a iniciativa e parabeniza os premiados. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *