0

Num encontro inédito do erudito com o carnaval, a Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz tocará com 14 ritmistas, dois de cada uma das sete agremiações que compõem o grupo especial das escolas de samba de Belém, com evoluções de um casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira, nesta sexta e sábado, às 20 horas, no projeto Dançando com a Sinfônica, no palco do Theatro da Paz.

O espetáculo será regido pelo maestro Enaldo Oliveira. O diretor musical da Liga, Zé Roberto, comandará os ritmistas.

O concerto encerra com “Aquarela brasileira“, de Ari Barroso.

As próximas apresentações, a serem definidas, devem contar com a presença de pássaros juninos e cantores de música popular paraense.

Os ingressos, a R$ 10, já estão à venda na bilheteria do Theatro da Paz e nas sedes das escolas. Toda a renda será revertida às agremiações carnavalescas.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Abrajet, do IHGP e do IHGTap, editora do portal Uruá-Tapera.

Nem aí

Anterior

Re X Pa adiado

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de franssinete

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *