Área contígua ao centro histórico de Belém do Pará, Zona Especial do Patrimônio Histórico declarada por lei, o bairro do Reduto, cenário industrial da belle Époque, da Doca do Reduto no início do século XX, com suas canoas coloridas repletas…

A Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça fixou, sob o rito dos recursos repetitivos, a tese de que o servidor federal inativo, independentemente de prévio requerimento administrativo, tem direito à conversão em dinheiro da licença-prêmio não usufruída durante a…

O prefeito Edmilson Rodrigues cumpriu agenda institucional em Brasília, ao lado do secretário municipal de Gestão e Planejamento, Cláudio Puty. No Ministério da Economia, trataram das obras de saneamento básico no Canal do Mata Fome, no bairro do Tapanã, onde…

O leite materno contém propriedades importantes para o crescimento e desenvolvimento do bebê, fortalecendo a sua imunidade contra diversas doenças. Em 1992 a Aliança Mundial de Ação Pró-Amamentação criou a Semana Mundial de Aleitamento Materno, de 1 a 7 de…

Emancipações em pauta

A criação de novos municípios voltou ao debate no Pará. Desde 1996 não há emancipações, mas na Comissão de Divisão Administrativa do Estado e Assuntos Municipais da Alepa, presidida pelo deputado Hilton Aguiar, tramitam 54 projetos nesse sentido.  A Federação das Associações de Desenvolvimento Distrital e Municipalista do Pará reclama que a União pode criar novos Estados e os municípios podem criar novos distritos, mas os Estados não podem criar novos municípios, o Congresso Nacional é que decide. 

Em Rondônia, houve plebiscito em 2010 para tentar emancipar os distritos que compõem a Ponta do Abunã, em Porto Velho, com a criação do município de Extrema de Rondônia. A consulta popular foi feita em 2010 e o TSE homologou, mas não foi adiante. 

O presidente da Alepa, deputado Márcio Miranda, vai levantar custos de estudos de viabilidade econômica para subsidiar os parlamentares e não criar falsas expectativas. Os deputados Iran Lima, Eraldo Pimenta, Gesmar Costa, João Chamon, Miro Sanova, Tércio Nogueira e Ozório Juvenil apoiam a causa. Eles alegam que o distrito de Castelo dos Sonhos, em Altamira, fica a mais de mil quilômetros da sede do município, e Moraes de Almeida, em Itaituba, dista mais de 300 Km da sede. 

A intenção é que o plebiscito seja realizado nessas localidades junto com as eleições, em 2018.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *