O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Dido and Aeneas

Com direção musical de Mílton Monte e direção cênica de Guál
Dídimo, o concerto encenado da ópera Dido
and Aeneas
será apresentado nos próximos dias 07, 08 e
09 de agosto, no Teatro Cláudio Barradas, em Belém do Pará. Os solistas são a
soprano Elizabeth Melo (Dido), o tenor Alcântara Júnior (Enéas), a contralto
Gabriella Florenzano (Feiticeira), a soprano Symone Serruya (Belinda) e os
tenores Wilson Ferreira (Espírito) e Moisés Batista (Marinheiro). A montagem é
belíssima e precisa de patrocinadores.
É interessante para qualquer
empresa participar de um projeto vinculado à inclusão de crianças e
adolescentes, incluindo habitantes do interior do Estado, tão carentes no
consumo da arte, em especial o do teatro musical (a ópera).
É sabido que o
aprendizado da música em escolas não vocacionais melhora o desempenho dos
alunos nas demais disciplinas, o que poderá ser motivado pela programação deste
projeto, que inclui concertos didáticos, conversas, aulas e palestras.
A ideia é oferecer aos
cidadãos de todas as idades e classes sociais, da capital e interior, acesso a
uma forma de arte que acompanha o desenvolvimento tecnológico e contém outras
formas de arte: teatro, artes plásticas e dança. A ópera é um excelente modo de
chegar às crianças e menos favorecidos: conta uma história e, independentemente
do estilo, é compreendida por todos, além do que frequentar o teatro de ópera,
conhecer e conversar com seus executantes contribui para o aumento da
autoestima.
Barítono paraense
graduado pela Guildhall School of Music and Drama, de Londres, Bacharel em
Canto pela UNESP, Milton Monte é Mestre em Música pela UFBA e professor da
EMUFPA desde 2002, onde criou o Núcleo de Música Antiga. Fundou em 2001 e dirigiu
o Madrigal da UEPA nos últimos dez anos, desenvolvendo trabalho
artístico-pedagógico representativo na área da música barroca. É detentor da
Plaqueta “Waldemar Henrique”, prêmio de destaque na área do canto lírico
paraense, outorgado em 2009 pela Câmara Municipal de Belém. Como professor
atuou em Belém no Conservatório Carlos Gomes e em Manaus na UEA, além da Escola
de Música da UFPA. Em São Paulo cantou no Coral Paulistano e no Coral Lírico do
Teatro Municipal (1993-98). Milton foi solista em obras como Romeo et JulietteGianni Schicchi, Ézio em Roma, Le Nozze di
Figaro
, Candide, Les Fontaines de Versailles, Actéon, Les Plaisirs de Versailles, Carmen, Acis & Galatea, Dido
& Aeneas
, King Arthur, Judith, Beatus Vir e Le Reniement de St. Pierre, dentre outras.
Empresas e pessoas físicas que quiserem patrocinar o projeto
podem contactar comigo ([email protected])
ou com o professor, regente e cantor lírico Mílton Monte ([email protected]).

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *