0

Um fenômeno que se repete a cada ano durante o mês de março assustou nesta segunda-feira, 11, os moradores da Vigia, uma das cidades históricas do Pará. Centenas de arraias foram arrastadas pela maré alta e ficaram na areia barrenta, na orla da cidade. Apesar do perigo, ninguém sofreu ferroada. Alguns pescadores aproveitaram para fisgar arraias e assim garantir o almoço de suas famílias. A própria maré se encarregou de levar de volta os animais, que são típicos de água doce. O rio Guajará Mirim (ou Furo da Laura), que banha a cidade e separa o continente da Ilha de Colares, ao sul da Baía do Marajó, está com suas águas salobras nesta época.

Confiram os vídeos.

Literatura para Gente Miúda

Anterior

Viva a literatura, abaixo a censura!

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *