A 27ª Unidade de Conservação do Estado do Pará abrange os municípios de Jacareacanga e Novo Progresso, no sudoeste paraense. O Decreto nº 1.944/2021 foi assinado pelo governador Helder Barbalho na quinta-feira, 21, e publicado ontem (22) no Diário Oficial…

O Atlas da Dívida dos Estados Brasileiros, lançado no Fórum Internacional Tributário pela Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital, aponta que a dívida ativa das empresas com os entes federados soma estratosféricos R$ 896,2 bilhões, significando 13,18% do PIB…

Ao abrir oficialmente o Forma Alepa/Elepa, o presidente da Assembleia Legislativa do Pará, deputado Chicão, destacou a importância do trabalho que vem sendo executado pela Escola do Legislativo, treinando, qualificando e atualizando gestores, vereadores e servidores públicos, que dessa forma…

Em Itupiranga, força-tarefa do Ministério Público do Trabalho no Pará e Amapá, Auditoria Fiscal do Trabalho, Defensoria Pública da União e Polícia Federal resgatou sete trabalhadores em condições análogas às de escravos, em duas fazendas no sudeste paraense, e prendeu…

Contadores de histórias do Pará

Walcyr Monteiro na Escola Donatila Lopes
No Brasil, menos da metade (45%) da população costuma ler entre três a quatro livros por ano. No Pará, com a enorme riqueza das narrativas orais e do imaginário popular, a contação de histórias tenta suprir essa carência de leitura, problema nacional. Várias iniciativas pontificam nesse sentido, uma delas a de alunos e ex-alunos da Universidade do Estado do Pará, criadores, em 1999, do projeto de extensão Grupo Griot, na linha Contadores de Histórias, que integra o Núcleo de Pesquisas Culturais e Memórias Amazônicas (Cuma) e encerrou ontem o II Colóquio de Contadores de História da UEPA, com repertório baseado no escritor Antônio Juraci Siqueira. 

O nome é oriundo da França, mas o significado é mundial. O Griot significa Homem Memória. O contador de história narra histórias literárias em locais públicos ou em programações específicas, envolvendo e encantando a plateia com sua performance. A temática das lendas amazônicas faz lembrar as histórias contadas na infância e cativa ouvintes de todas as idades.

O escritor Walcyr Monteiro é um dos mais requisitados contadores de histórias do Pará. Percorre o interior semeando o prazer da leitura em suas apresentações, principalmente em escolas. A última foi a Escola Municipal Donatila Santana Lopes, de Mosqueiro, como registra a foto. Sem dúvida, uma atividade que merece ser incentivada tanto pelo poder público quanto pela iniciativa privada.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *