Evellyn Vitória Souza Freitas nasceu no chão do banheiro do Hospital Municipal de Portel, município do arquipélago do Marajó (PA), no dia 28 de julho de 2021, por volta das 8h da manhã, prematura de 28 semanas e dois dias, pesando 1Kg e 39…

Vanete Oliveira, a jovem marajoara de 28 anos e mãe de cinco filhos que sofre há catorze anos com um tumor enorme em um dos olhos, que lhe cobre quase a metade da face, já está internada no Hospital Ophir…

Equipes da Divisão de Homicídios e da Delegacia de Repressão de Furtos e Roubos estavam monitorando há um mês o grupo criminoso que planejava roubar em torno de R$ 1 milhão no caixa eletrônico do Banpará localizado dentro do Hospital…

Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

Chamon se diz discriminado pelo MDB

O deputado João Chamon(MDB) foi à tribuna da Alepa, há pouco, manifestar sua indignação e inconformismo com a decisão de seu partido e de sua bancada de excluí-lo da titularidade da CPI que vai apurar os desastres ambientais em Barcarena e Vila do Conde(PA). Presidente da Comissão de Meio Ambiente, Ecologia, Geologia e Mineração, ele liderou uma comitiva parlamentar que fez vistoria na área afetada pela contaminação de resíduos de minérios mas o escolhido pelo MDB para a compor a CPI foi o deputado José Scaff. Chamon se queixou de que ficou na suplência e sequer foi comunicado. 

Visivelmente aborrecido, Chamon enumerou suas iniciativas, realçando a decepção por ter sido preterido, principalmente porque está vivendo o problema e está a par de tudo, e inclusive pontuou que, ao contrário de seu partido, o PT prestigiou o deputado Carlos Bordalo, considerando que também se antecipara e, como presidente da Comissão de Direitos Humanos da Casa, fizera diligências à região impactada, além da sessão especial realizada anteontem, requerida por ambos, e que contou com a presidência do deputado Márcio Miranda e participação de pesquisadores da UFPA e do Instituto Evandro Chagas, membros do MPF, MPE-PA, Defensoria Pública e entidades que agregam comunidades quilombolas e ribeirinhas. 

Chamon disse que voltará ao tema na próxima terça-feira, quando o líder da sua bancada, deputado Iran Lima, estiver presente, e que vai fazer novo desabafo “pela forma discriminatória com que foi tratado”. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *