A sesquicentenária samaumeira que perdeu seus galhos na madrugada desta segunda-feira (6) é memória afetiva de todos os paraenses e até de gente de fora do Pará e do Brasil que frequenta Belém durante o Círio de Nazaré. Localizada em…

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará oficializou o resultado da eleição suplementar em Viseu 39 minutos após o encerramento da votação. Foi eleito prefeito Cristiano Vale (nº 11 – PP – Voltando pra Cuidar da Gente) e vice-prefeito Mauro da…

Nem bem foi inaugurado, e ainda faltando a instalação dos bancos e finalização, o calçadão da Avenida Beira-Mar, em Salinópolis, sofreu diversas avarias. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras acionou a empresa responsável pela obra, que está executando ações…

A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Calamidade animal em Ourilândia do Norte

O Ministério Público do Pará, a OAB-PA e a Assembleia Legislativa estão tomando providências quanto à situação calamitosa em Ourilândia do Norte. Munícipes denunciaram que a Unidade de Controle de Zoonoses está em situação deplorável, com fezes e corpos de animais sacrificados em decomposição espalhados pelo local, falta de alimentação regular e omissão de atendimento a animais necessitados, mesmo já estando internados. Os moradores afirmam que não há qualquer servidor atuando na unidade aos finais de semana, além do descontrole quanto às doenças dos animais, estando todos em contato no mesmo ambiente, bem como a prática de eutanásia de forma generalizada, ação confirmada nas próprias redes sociais oficiais do prefeito.

O deputado Igor Normando, que integra a rede de proteção animal no Pará, e o presidente da Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais da OAB-PA, Albeniz Neto, amplificaram as denúncias em suas redes sociais e o MPPA, através das promotoras de Justiça Albely Lobato (coordenadora do Centro de Apoio Operacional Ambiental) e Maria José Carvalho (Auxiliar do CAO Ambiental), está tomando as medidas cabíveis. A Promotoria de Justiça do município de Ourilândia do Norte já foi acionada.

Um Grupo de Trabalho Interinstitucional será criado, reunindo a Assembleia Legislativa do Pará, MPPA e OAB-PA, para verificar e agir acerca de políticas públicas visando a defesa do direito animal no estado, cuja violação configura crime ambiental. Uma reunião está agendada para o dia 4 de abril, para discutir especificamente esse tema.

O Ministério Público do Estado recebeu doação de rações para animais e montou a exposição “Maus Tratos Não!”, que ficará aberta ao público até a próxima quinta-feira, 17 de março. As ações integram o projeto desenvolvido pelo CAO Ambiental, dentro do Grupo de Trabalho de Direito Animal, e objetiva fomentar a tomada de consciência acerca dos direitos dos animais, em especial os animais domésticos.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *