Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Em 17 de dezembro de 1999, a Assembleia Geral das Nações Unidas designou o 25 de novembro Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher. Passados 22 anos, os dados do 14° Anuário Brasileiro de Segurança Pública são aterrorizantes: por…

Cadê o cumprimento da lei?

Escândalo em São Paulo: a Prefeitura multou em R$
1,5 milhão o shopping Pátio Higienópolis, e deu 15 dias para que apresente nova
documentação referente às vagas de garagem. É que uma ex-diretora diz ter
pagado propina para conseguir a liberação da obra de expansão do
empreendimento.
Em Belém do Pará, shoppings, edifícios comerciais e
residenciais, escolas, universidades, hospitais, laboratórios e clínicas
proliferam sem obedecer a lei que obriga a garantir estacionamento e estudos de
impacto ambiental e de vizinhança, infernizando cada vez mais o trânsito e contribuindo
para mortes e mutilações em acidentes, além da péssima qualidade de vida que
induzem. E a Prefeitura nem tchuns.

Precisamos cobrar do Ministério Público e do Judiciário providências contra esses abusos, cujos prejuízos sociais e ambientais são imensuráveis, mas que de modo educativo e exemplar deveriam ser punidos com a condenação ao pagamento de indenizações por danos materiais e morais à população, além das necessárias obras e medidas compensatórias e ações mitigadoras.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *