0

Após dois dias de reunião, o novo bispo do Marajó, Dom José Ioniton Lisboa de Oliveira, e todos os padres da Prelazia, em
pleno acordo, elaboraram um documento dirigido ao titular da Nunciatura Apostólica no Brasil, Dom Giambattista Diquattro, solicitando as razões e ao mesmo tempo que seja revogada a decisão sobre a saída de Dom José Azcona.

Leiam a íntegra da nota dos presbíteros da Prelazia do Marajó aos fiéis:

“Belém, 13 de dezembro de 2023

Queridos irmãos e irmãs, a Paz!

Nós, Presbíteros da Prelazia do Marajó, reunidos em nosso encontro anual em Belém, na presença fraterna de Dom José Ionilton Lisboa de Oliveira-SDV, bispo nomeado para a Prelazia do Marajó, manifestamos solidariedade e apoio às manifestações em favor da permanência de Dom José Luiz Azcona Hermoso-OAR, nosso bispo Emérito.

Alegramo-nos pelas expressões de carinho, respeito e amor demonstrados a Dom José Azcona e pela forma pacífica como as manifestações estão sendo realizadas.

Em carta à Nunciatura no Brasil, nós, presbíteros, juntamente com Dom José Ionilton, em espírito de comunhão, pedimos esclarecimentos sobre a decisão pela saída de Dom José Azcona do território da Prelazia do Marajó, solicitando, ao mesmo tempo, que tal decisão, para o bem dos fiéis, seja revista.

Reafirmamos que o desejo do povo pela permanência de Dom José Azcona no território marajoara corresponde com o nosso.

Enquanto esperamos uma resposta da Nunciatura, convidamos todos a rezarmos pela unidade da Igreja, esperançosos que tudo contribui para o bem daqueles que amam a Deus e sua Igreja.

Fraternalmente,

Presbíteros da Prelazia do Marajó”

O Marajó em comoção por seu bispo

Anterior

Mais um casarão de Belém incendiado

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *