1

Parcela significativa dos habitantes de Belém ama e cuida de animais domésticos. Para atender a necessidade de espaços de lazer e bem estar adequados, a Prefeitura de Belém inaugurou a praça pet Cadela Labrador K9 Índia, no cruzamento da avenida Visconde de Souza Franco (Doca) com a rua Antônio Barreto, no bairro do Reduto. Ali há bancos, caramanchão, lâmpadas em LED e paisagismo e brinquedos para os animais se divertirem com seus tutores. O espaço foi entregue pelo prefeito Edmilson Rodrigues como parte dos festejos pelo aniversário de 407 anos da cidade e é a primeira praça de Belém a contar com acesso gratuito à internet, por meio de wi-fi.

Edmilson Rodrigues reafirmou seu compromisso com a saúde e a proteção animal e resgatou uma promessa de campanha. Durante a inauguração da praça pet Índia o prefeito anunciou que já começaram os estudos para a criação da Secretaria Municipal de Proteção Animal, cujo projeto será enviado para a Câmara Municipal de Belém ainda este ano. “A Secretaria vai incorporar a saúde animal, que hoje está na Sesma, o Centro de Zoonose e demais serviços para os animais”, explicou.

Ainda durante o ato de inauguração Edmilson assinou mais três Ordens de Serviço para construção de outras praças pets em Belém, planejadas para os distritos de Mosqueiro e Icoaraci e o bairro do Bengui. A denominação da praça pet homenageia a cadela labrador retriever K9 Índia, que atuou por nove anos na Guarda Municipal de Belém, como farejadora no Grupamento de Ações Táticas com Cães (Atac). Durante a inauguração do logradouro, a K9 Índia fez uma apresentação especial, junto aos agentes da Guarda Municipal, para o público presente. “Consideramos justa a homenagem a esse animal, que tanto contribuiu para a  segurança pública de nossa cidade”, declarou o inspetor-geral da Guarda Municipal, Joel Monteiro.

UsiPaz Guamá resgata cidadania do bairro

Anterior

Primeira dama: sobre ataques e ressignificações

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

1 Comentário

  1. Iniciativa digna de elogios, que o projeto possa ter o encaminhamento necessário como a conscientização que para trabalhar com a saúde animal sejam indicadas pessoas especialmente dedicadas a estes seres indefesos e que tenham perfil para tal.
    Que tenham também um pouco de atenção a pessoas que se dedicam a esta árdua tarefa de resgatar animais abandonados pela ruas que nada recebem como ajuda dos poderes públicos.
    Vamos aguardar pra ver.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *