A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

O governador Helder Barbalho está soltando a conta-gotas os nomes dos escolhidos para compor o primeiro escalão de seu segundo governo. Nesta quarta-feira será a posse dos deputados estaduais e federais e dos senadores, e a eleição para a Mesa…

Pela primeira vez na história, está em curso  um movimento conjunto da Academia Paraense de Letras, Academia Paraense de Jornalismo, Instituto Histórico e Geográfico do Pará e Academia Paraense de Letras Jurídicas, exposto em ofício ao governador Helder Barbalho, propondo…

Belém sob o signo do terror

Brenda Giovana Rodrigues, de 13 anos, estava comendo churrasquinho na passagem Califórnia com a rua Coronel Luís Bentes, no bairro da Pedreira, anteontem à noite, quando criminosos em um Siena escuro atiraram em Denis Rubens de Paula, que casualmente estava ao lado da menina.  Ele fez a adolescente de escudo e ela levou o maior número de disparos. Ambos chegaram a ser socorridos, mas morreram. A tragédia é emblemática. Em toda a região metropolitana de Belém, onde o tráfico de drogas e as milícias imperam, as execuções são também à luz do dia e em lugares aleatórios. Podia ser a filha, neta, sobrinha, mãe ou avó de qualquer pessoa, que nunca se envolveu com o crime mas foi vítima dele. (Sobre)vivemos em meio à barbárie diuturna, numa guerra não declarada e sob o signo do terror. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *