Membro da Academia Brasileira de Ciências Contábeis (Abracicon), a professora doutora Leila Márcia Elias participou recentemente do Congresso Internacional de Contabilidade da Universidade de São Paulo. Como parte da programação do Núcleo de Contabilidade e Meio Ambiente da USP, que…

Shäron Moalem, médico que ficou conhecido mundialmente por prever no começo da pandemia da Covid-19 que mais homens morreriam vítimas do vírus do que mulheres, diz que o sexo feminino é mais forte que o masculino quanto à sobrevivência, assim…

No período de 10 a 28 de agosto, o navio-hospital-escola Abaré começa nova expedição, oferecendo a 75 comunidades do rio Tapajós nos municípios de Santarém, Aveiro e Belterra serviços de atenção básica à saúde: consultas médicas, odontológicas e de enfermagem,…

O IV Distrito Naval da Marinha do Brasil ativou nesta quarta-feira (4), o Grupo de Embarcações de Operações Ribeirinhas do Norte uma nova Organização Militar em Belém (PA), com propósito de contribuir para a aplicação do Poder Naval na área…

Árvores que tocam no teatro do Sesi

O maestro Vanildo Monteiro, que faz um lindo trabalho com o Grupo de Percussão da Escola de Música da Universidade Federal do Pará, assina a direção cênica e musical do espetáculo “Árvores que tocam”, de autoria do percussionista Thiago D’Albuquerque, cuja estreia nesta quinta-feira (30), às 20h, vai transformar o Teatro do Sesi na floresta amazônica, utilizando experimentações instrumentais, rítmicas e tecnológicas. A soprano Dhuly Contente, o coral de alunos da UFPA e convidados, e bailarinos da Companhia de Dança Ana Unger farão participação especial.

“Das profundezas do rio”, “No meio da mata” e “Ecos da Floresta” são partes do concerto, durante o qual a plateia será estimulada numa viagem sensorial em um barco levado pela correnteza de um rio, experimentando múltiplas sonoridades que compõem o cotidiano amazônico, tais como o farfalhar da água, o barulho do vento, batuques no meio da mata e ecos da floresta. 

O Grupo de Percussão da EMUFPA é formado pelos percussionistas Wendel Brandão, Joelson Lopes, Maurício Magalhães, Francielly Oliveira, Thiago D’albuquerque, Reinaldo Aires, Matheus Santiago, Ruth Saldanha e Edson Patrick.  A iluminação do espetáculo é de Malu Rabelo, a cenografia de Cláudio Bastos, o visagismo de Manu Melo, assistência de direção cênica de Ritielly Santos e produção de Nide Braga. 

O concerto integra a II Mostra de Percussão da Emufpa e o 44º Encontro de Arte da UFPA e a entrada é gratuita. Os ingressos podem ser retirados na bilheteria do teatro, a partir das 9h e também antes do evento. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *