Lançamentos literários, apresentações de teatro, oficinas voltadas para as culturas pop e japonesa, arrecadação de livros, atividades pedagógicas e lúdicas direcionadas ao público infantil, entre outras ações, estão no cardápio de cultura e arte servido aos visitantes do estande da…

O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Alvoroço na magistratura do Amapá

O CNJ mandou, hoje, que seja revista decisão do Tribunal de Justiça do
Amapá e determinou a promoção da juíza Sueli Pereira Pini para desembargadora,
nos autos do Procedimento Administrativo Disciplinar nº.
0001552-10.2012.2.00.0000 e Procedimento de Controle Administrativo, relatados
pelo conselheiro José Roberto Neves Amorim. 

O CNJ também desconsiderou o voto do desembargador Agostino Silvério Júnior, do
TJE-AP, na sessão de promoção dos magistrados, por considerá-lo impedido. Os
conselheiros aprovaram, ainda, a sugestão do relator de abrir sindicância na
Corregedoria Nacional de Justiça para apurar se houve, por parte do
desembargador Agostino Jr., descumprimento de decisão anterior do CNJ, em
benefício de outro candidato.

Em março deste ano, o CNJ já tinha desconstituído o resultado do processo
eleitoral que elegeu o juiz Constantino Augusto Tork Brahúna, titular da 1ª
Vara Cível da Comarca de Macapá, para o cargo de desembargador do TJE-AP. A
eleição fora questionada pela juíza Sueli Pini, que também concorria à vaga, e
que deveria ter sido promovida por merecimento.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *